Carne Louca para o seu Marmitex ou Lanche

 Olha o pratinho: carne louca com arroz, salada de alface e tomate e batata frita. Supimpa!

Esta receita pode e deve entrar no seu serviço de marmitex, ou se você faz lanches para vender. 

Isso porque ela rende muito, é econômica e não tem quem não goste. Ou mesmo se você, como eu, tem pouco tempo para cozinhar e tem família grande: faça tudo em um dia e congele para o mês inteiro. Vale a economia do tempo, do dinheiro e facilita a vida.

Ingredientes
1 peça de patinho ou coxão duro ou coxão mole limpa e sem gordura
2 xícaras de molho de tomate
500g de cebola ralada ou bem batidinha
100g de salsa bem batidinha
50g de alho picado
óleo o quanto baste
sal, temperos (orégano, tomilho, páprica, a gosto)
1 xícara de azeitonas verdes fatiadas (opcional)

Modo de Fazer
Primeiro limpe toda a peça de carne. Se for patinho, você vai ter entre 4 a 5 quilos de carne, se for coxão duro quase isso e se for coxão mole um pouco menos. 

A minha peça de patinho tinha aproximadamente 4 quilos. Depois de limpa, separei em pedaços grandes, você vai acabar fazendo isso naturalmente no processo de retirada da gordura.

Em uma panela de pressão, coloque 1 dedo de óleo e aqueça bem. Doure os pedaços de carne, de todos os lados, sempre em fogo alto, um pedaço por vez, até que todos os lados fiquem bem selados e tostadinhos. Tenha paciência, ok? Isso demora um pouco. Acrescente mais óleo conforme necessário. 

Depois que fritou a carne, reserve. Descarte o óleo que restou na panela: como está quente, coloque em um recipiente de louça ou em uma lata e espere esfriar completamente. Não jogue na pia! Coloque em uma garrafa pet e leve a algum posto de reciclagem (sim, óleo de cozinha usado se recicla, informe-se).


Na mesma panela doure a cebola, até começar a ficar transparente, a seguir coloque o alho, doure por alguns minutos. 

Coloque a carne na panela, cubra com água, mexa bem. Feche e conte 30 a 40 minutos após iniciar a pressão. Passado esse tempo, desligue o fogo e deixe a pressão da panela sair naturalmente. Abra, retire a carne e desfie.


Pela minha experiência é melhor desfiar a carne enquanto ainda está quente. Volte a carne à panela e mantenha em fogo baixo. 


Acrescente a salsa e as azeitonas.


Acrescente o molho de tomate. Eu sugiro este, é muito bom... A quantidade que eu uso é duas xícaras dele puro, você pode adicionar a seu critério. 

O molho vai ajudar a encorpar a carne e vai dar mais peso ao seu prato. Vale a pena investir nos produtos profissionais, eles vão garantir que a sua comida saia sempre do mesmo jeito e sempre muito boa!

Coloque o molho e misture bem.







Corrija o sal, acrescente os temperos da sua preferência e cozinhe semi-tampada por mais 15 a 20 minutos, mexendo de vez em quando.


Tá pronto.

A minha rendeu quase 6 quilos depois de pronto. Separei em porções e congelei. Dura até 3 meses no freezer.


Observações:

Aqui em casa as crianças não gostam de cebola, por isso eu pico bem. Caso prefira, você pode deixar a cebola em pétalas, ou em rodelas largas, assim ela não vai desaparecer na carne. Fica muito mais gostoso na minha opinião. 


Se for fazer para vender, você pode tranquilamente usar 1 quilo de cebola. Já fiz muito assim e fica ótimo.

Também vendi muito em porções de meio quilo, já congelada, fica a dica!

Quanto à cebola, eu costumo congelar depois de picar e escorrer bem o líquido. Já vi que existe a opção de congelar em cubos numa forma para gelo, estou fazendo isso pela primeira vez, mais para mostrar: se você mora sozinho ou cozinha pouco, ou para poucas pessoas, ou se a cebola não é o seu ingrediente favorito, pode fazer assim e usar os cubos quando precisar refogar alguma coisa.


A salsa eu também congelo, mas sinceramente, essa história da forminha de gelo não rola pra mim, nem para a cebola, nem para a salsa. Deixo em um pote grande (esse tem meio quilo) e quando preciso é só tirar do freezer e dar uma raspada na quantidade que eu quero e pronto. 


Gostou? Receita boa, fácil até para quem é iniciante na cozinha, que não pode faltar em festa de aniversário, nem no seu serviço de comida. Olha meus potinhos aí prontos para ir ao freezer (potes da Galvanotek G 301)

Feijoada com menos de R$ 40,00 para dez pessoas

Minha receita no Jornal do Extra, muito bacana a reportagem toda.

Economizar tá na moda rsrsr






Obrigada, Rafaella Barros, pela atenção e gentileza.

Se você vai fazer para vender, confira o cálculo todo, passo a passo, inclusive com a embalagem aqui:

 http://www.cozinhadoquintal.com.br/2012/07/calculo-de-custo-de-feijoada.html


Feliz Dia de Santa Clara!!

Santa Clara, padroeira e protetora da Cozinha do Quintal!! 

A quem peço que ilumine os caminhos de todos os que por aqui passarem!!



Oração a Santa Clara

Clara, santa cheia de claridade,
Irmã de São Francisco de Assis,
Intercede pelos teus devotos
Que querem ser puros e transparentes.
Teu nome e teu ser
Exalam o perfume das coisas inteiras
E o frescor do que é novo e renovado.
Clareia os caminhos tortuosos
Daqueles que se embrenham
Na noite do próprio egoísmo
E nas trevas do isolamento.
Clara, irmã de São Francisco,
Coloca em nossos corações
A paixão pela simplicidade,
A sede pela pobreza,
A ânsia pela contemplação.
Te suplico, Irmã Lua,
Que junto ao Sol de Assis
No mesmo céu refulge,
Alcança-nos a graça que,
Confiantes vos pedimos.
Santa Clara, ilumina os passos
Daqueles que buscam a claridade!
Amém!

Fonte: Franciscanos

Dica de Leitura 3: Culinária e História



Juntaram duas das coisas que eu mais gosto no mundo... História e Comida!! Pergunta se é bom? É!!

A Editora Zahar tá comigo desde os tempos da faculdade de história. Muitos, mas muitos livros deles passaram por mim, filosofia, teoria da história, antropologia, sociologia, literatura, tanta coisa boa!! Um colírio para os olhos de quem respira ciências humanas desde pequenininha rsrsr

Esse tempo vai longe, claro, muita coisa mudou, mas já repararam que as paixões da juventude costumam nos acompanhar? Acho que pra sempre, né?  

Recebi da Zahar os dois livros mas um já ganhou meu coração: Pense no Garfo - Uma História da cozinha e de como comemos, de Bee Wilson.

A autora é uma jornalista (cada vez mais ganhando o espaço dos historiadores, me pergunto o porquê), que mostra como os utensílios da cozinha que usamos desde não sei quando podem transformar a maneira como consumimos nossos alimentos e como pensamos sobre eles.

Já parou para pensar, por exemplo, que a modelagem do barro em potes possibilitou ao ser humano comer melhor? Comer sopa, o que fez com que mais pessoas, mesmo sem dentes, pudessem se alimentar, chegar a uma idade mais avançada e com isso ter uma expectativa de vida aumentada? Numa época em que uma pessoa com 30 anos já era considerada velha, é de espantar não é?

Ainda estou lendo e degustando o livro, uma delícia passar por tantos períodos com os olhos no universo da comida.

Muito legal, recomendo!! Venho falar do outro em breve, nem comecei a ler ainda mas já estou ansiosa! Uma história de amor com receitas, e em Berlim? Hummmm...

Vocês também ficam assim, namorando livro novo??

Serviço:
Pense no Garfo! Uma história da cozinha e de como comemos
344 páginas
Autora: Bee Wilson - tradução Vera Ribeiro
Preço: R$ 54,90 (impresso) R$ 29,90 (ebook)

O Catálogo da Zahar é sensacional, vale uma longa visita ao site, duvido que você saia sem comprar nada:



Este post é um publieditorial. 
Obrigada à Zahar e à Hannah, que gentilmente enviaram os livros. 
Leia! Ler é uma delícia!!

Allfood na Cozinha do Quintal e os Sabores da Provença


Quando eu digo para você: Provença, o que vem em sua mente?

Região da França, mundialmente conhecida pelas paisagens deslumbrantes, campos de lavanda, quadros de Renoir, tecidos brocados, decoração linda, vinhos, queijos!

Foi lá, em terras férteis e de clima ameno que se estabeleceram diversos povos na antiguidade, como os celtas, os gregos e os romanos, que as transformaram em província do Império e de onde vem o nome da região (do latim província). O Porto de Marselha, até hoje um dos mais importantes da Europa e seus famosos sabonetes.

Para nós, metidos no mundo da comida, as famosas ervas de Provença, buquês-garni, tantos aromas e sabores!

Como eu já falei aqui outro dia, comentando sobre o livro do Gordon Ramsay, mesmo que a gente nunca ponha o pé nesses lugares, conhecer o que cada um tem de especial na comida também é cultura e enriquece a alma.


Por isso fiquei contente em receber este mimo da Allfood! Pedacinhos de queijo aromatizados e temperados com essas ervas aromáticas fantásticas, só de olhar já dá água na boca!


Vindos do pequeno vilarejo de Lorraine, o Tartare Provence da marca Bongrain é fresquinho, leve, ideal para fazer bonito quando a gente recebe os amigos, por que eu acho que comidas assim tão especiais merecem ser compartilhadas.

Os temperos são: pimentão vermelho, pimenta branca, pimenta preta, pimenta da Jamaica, pimenta verde, pimenta rosa, manjericão, tomilho (sou viciada) e cebolinha.

Na embalagem, 20 pedacinhos, lindamente decorados. E ainda vem os palitinhos para a gente degustar.


De outra região da França, igualmente famosa, a Normandia, veio esta manteiga fantástica!! Cremosa, com um sabor muito diferente das manteigas nacionais, ela é bem marcante! 


Allfood

Allfood

Esta é a proposta da Allfood: trazer os sabores da França até nós, com qualidade e requinte. O melhor da Provença e da Normandia está ao nosso alcance, através da marca Bongrain - imagina você degustando queijos brie, camembert e chavroux (que é um queijo de leite de cabra) entre muitas outras delícias? Entre elas presuntos da Espanha, azeites, vinhos, chocolates, foie-gras, geléias, massas e molhos. Só tem uma palavra para descrever: perdição!

Para saber mais, visite o site da Allfood:

www.allfood.com.br 

Este post é um publieditorial. 
Obrigada à Assessoria de Comunicação da Allfood que gentilmente encaminhou os produtos. 

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.

Estatísticas

Dias Online
Postagens
Comentários
Widget by Elaine Gaspareto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha

Protetora da Cozinha
Santa Clara, clareai os caminhos!