Faça e Venda Pavê no Pote Galvanotek



Faça e Venda Pavê no Pote Galvanotek na Cozinha do Quintal


Hoje eu trago uma ótima opção para quem vai começar a fazer bolo no pote (ou já faz), que é o pavê de chocolate! Uma delícia e fácil de fazer, por que é só colocar tudo em camadas!




Ingredientes:

2 pacotes de bolacha champanhe (300g)

Para o creme
1 lata de leite condensado
a mesma medida de leite
1 gema
40g de amido de milho

Para molhar as bolachas
250 ml de leite
40g de chocolate em pó ou cacau em pó

Para cobrir
200 g de chocolate fracionado meio amargo
1 caixa de creme de leite

Para finalizar
250ml de chantilly pronto
Granulados, raspas de chocolate ou confeitos

Modo de Fazer

Coloque o cacau em pó ou o chocolate em pó em um copo com leite e misture bem até dissolver. Passe para um prato fundo e molhe cada biscoito, colocando no pote, para cada camada você vai precisar de 1 biscoito quebrado ao meio, ou seja, para cada pote vão 2 biscoitos porque são 2 camadas. Se o cacau ou o chocolate em pó não dissolver bem, aqueça o leite e pronto.

Em uma panela, leve o leite condensado, a mesma medida de leite, a gema, o amido de milho, mexendo bem até engrossar. Coloque esse creme sobre as bolachas. Dissolver o amido no leite primeiro evita a formação de pelotas.

Derreta o chocolate em barra em banho-maria e acrescente o creme de leite, misturando bem. Espalhe sobre o creme e leve para gelar.

Bata bem o chantilly seguindo as instruções da embalagem e espalhe sobre o pavê. Polvilhe um pouquinho de chocolate em pó, ou raspas, ou granulado, a gosto.

Pavê montado com tudo. Compre uma balança precisa, vai facilitar muito o seu trabalho.



Para preencher todo o pote, eu fiz duas camadas (bolacha, reguei com o cacau dissolvido no leite, creme e mais uma camada igual). Fica bem apresentável e achei que o peso ficou farto: 285g é um doce bem servido para ninguém reclamar =) A embalagem pesa 11g, tem que descontar o peso dela, certo?

Este pote é da Linha Simplific, da Galvanotek. Referência G 310/350 SF. 

Existem diversas opções na linha para escolher a que se encaixa melhor no seu negócio. No final do post vou deixar o link do site para que você veja todas as embalagens, tem maior, tem menor...

Este tem 350ml de capacidade. O pacote vem com 25 potes e tampas, ou seja, um pacote já dá para começar o seu negócio!!

Linha Simplific, da Galvanotek. Referência G 310/350 SF na Cozinha do Quintal


Já usei muito esses potes, inclusive mostrei aqui no blog como você pode fazer e vender 2 receitas supimpas de SOPAS (Caldo Verde e Sopa de Cebola), relembre:

Faça e Venda Sopas, boa idéia para o inverno! Neste post tem 2 receitas ótimas, confere!!! Na Cozinha do Quintal.


Além de ser bem transparente, a tampa fecha muito bem. Ele é ideal para este tipo de doce porque é barato, não pesa no seu custo e é resistente, aguenta o transporte tranquilamente. 

O pote fecha super bem e é seguro para o seu doce. Eu uso e confio nas embalagens da Galvanotek.

O pavê pode ser congelado pronto, inclusive o granulado. Só não recomendo congelar se for usar confeitos de açúcar (aqueles que parecem granulado mas são coloridos, tem em forma de perolinhas também) porque com a umidade do congelamento eles desbotam e acabam manchando o chantilly, então se fizer questão tem que colocar na hora de mandar para o cliente. Caso contrário, como eu disse, se você usar granulado comum, pode congelar que dá certo.

Pavê no Pote da Linha Simplific da Galvanotek na Cozinha do Quintal


Pavê no Pote da Linha Simplific da Galvanotek na Cozinha do Quintal


Pavê no Pote da Linha Simplific da Galvanotek na Cozinha do Quintal


Pavê no Pote da Linha Simplific da Galvanotek na Cozinha do Quintal


A minha receita rendeu 6 potes de 285g. Validade: 3 dias na geladeira, 30 dias congelado.

Pavê é uma delícia, quem não ama?? Bom para vender!! Cozinha do Quintal



Se animou? Então vamos calcular os custos? Atenção: estes valores são para a minha cidade (SP), por isso não vá por eles, até porque alguns ingredientes eu paguei bem caro por comprar no mercadinho aqui do lado de casa. A idéia aqui é te ensinar como se calcula, mas apure os valores na sua região, ok? Existe muita diferença de preço nas coisas, pesquise bem e faça o seu custo!

Leite condensado - 5,39 usei leite moça, é caro mas é o único ingrediente que eu recomendo que você não substitua, porque o sabor é incomparável. Provavelmente você conseguirá encontrar um preço melhor do que esse, assim como o creme de leite.

Bolacha champanhe - 3,49 marca Porto Alegre com 150g usei 2 = 6,98
Chocolate em barra - 15,49 um quilo em gotas da Mavalério, usei 200g = 3,98
Leite - 2,80 o litro usei meio litro = 1,40
Cacau em pó - 7,19 o pacote com 400g da Mix na receita eu usei 40g = 0,72
1 gema - 5,00 a dúzia 1 ovo = 0,42
Amido de milho - 3,95 a caixa de 200g usei 40g = 0,79
Creme de leite - 2,99 a caixa
Chantilly - 8,89 um litro da Hu La La na receita usei 250ml =  2,22
Embalagens: 12,00 o pacote com 25 unidades, cada uma sai por 0,48, usei 6 = 2,88

Somando tudo dá 27,77 dividindo pelas 6 unidades prontas o meu custo ficou em 4,62 por unidade. Se fosse vender pelo dobro do que gastei, sairia por 9,25. É caro, só que o doce é sofisticado e a quantidade é grande (285g cada pote). Rendimento total em peso: 1.710 kg. 


Linha Simplific da Galvanotek Referência G 310/350 SF

Os potes são vendidos em sacolinhas com 25 unidades. Preço médio 12,00.

Considerações que a gente tem que fazer antes de sair vendendo

Se você acha que não consegue vender com esse custo, tente diminuir o peso da unidade. Por exemplo, se em vez de 6 unidades de 285g você fizer 12 unidades com 140g, fica melhor? 

Vamos fazer a conta para ver! 
Ingredientes - 24,89 só de ingredientes, sem contar as embalagens que eu tinha somado ali em cima. Como vou usar 12 potes = 5,40 reais. Total 30,29. Dividi por 12 = 2,60 por unidade de 140g.

Ou seja, se você fizer em um pote menor, o custo de cada um diminui consideravelmente. Agora tem que pensar, será que o seu cliente compra um pote com 140g ou prefere um big com 285g? 

Eu compraria o grande, com certeza.

Economizar nos ingredientes com cautela. Por exemplo, será que sai mais barato fazer com chocolate em pó do que cacau em pó? Em termos de sabor, fica tão bom quanto. Veja as marcas boas e compare os preços. Faça as contas e decida.

Outros itens em que você pode economizar também devem ser pensados com cuidado. Não adianta colocar um ingrediente ruim, que vai deixar o seu pavê com gosto de papelão só para ficar mais barato. Tem que ficar gostoso!!

Além disso considere a compra em atacados, para baratear o custo por unidade. As embalagens Simplific da Galvanotek podem ser encontradas na Rede Makro (não é propaganda tá gente? É apenas a indicação de um lugar mais fácil para você comprar) ou procure um atacado de embalagens na sua região.




Galvanotek Embalagens - Linha Simplific
http://www.galvanotek.com.br/produtos/linha-simplific


A Galvanotek disponibiliza um app para o celular, onde é possível encontrar o revendedor mais próximo de você! Além disso você pode acessar o catálogo e escolher a embalagem mais adequada para o seu produto. Faz bastante e precisa de uma embalagem personalizada? No app você também poderá fazer essa solicitação, fornecendo os dados técnicos. A empresa vai providenciar o seu projeto.

Para fazer o download do app que é gratuito, basta acessar a sua loja e digitar Galvanotek na busca, é fácil, prático e rápido.


Site: http://www.galvanotek.com.br


Instagram: @galvanotek


Quer ver outras opções de embalagens da Galvanotek com idéias para você fazer, vender e faturar?
É só dar uma olhada nos posts que já saíram aqui na Cozinha do Quintal:


Feijoadinha Carioca
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2017/03/feijoadinha-carioca.html


Salada no Pote com Lacre
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2017/02/salada-no-pote-com-lacre-da-galvanotek.html

Cardápio Marmitex: Arroz, Feijão e Carne Assada de Panela com Farofa
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2017/01/menu-marmitex-com-embalagem.html


3 Sobremesas deliciosas e fáceis para fazer e vender
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2016/12/sobremesas-para-o-final-de-ano.html


5 receitas de musses
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2016/10/5-receitas-de-musses-para-vender.html


Cupcakes
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2016/09/cupcakes-na-embalagem-galvanotek.html


Tem mais idéias, é só clicar no marcador Galvanotek.


Acompanhe a Cozinha do Quintal por aí:


Facebook    -    Instagram    -     Pinterest     -     Rede BlogsBrasil
Ouça os nossos Podcasts



Este post é um publieditorial de interesse do microempreendedor de alimentação.
A Cozinha do Quintal usa e recomenda as embalagens Galvanotek.


Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Desde 2009 trazendo idéias para fazer, vender e faturar com comida. Todos os direitos reservados.

Blogagem Coletiva 52 Semanas de Gratidão: Flores





Para celebrar as flores do meu quintal, reuni um buquê! Para agradecer as cores, perfumes, formas e toda a alegria que elas trazem para a minha casa e para minha vida. Passe o mouse sobre as imagens para a descrição de cada planta.

A violeteira dá pequeninas flores roxas e frutinhas amarelas que os passarinhos adoram.

Violeteira
Rosas Amarelas, favoritas e muito amadas!!
A orquídea ainda não floriu este ano. São cor de rosa. Aguardo ansiosa!
Orquídeas roxas que estão em vaso.
Flores de Maio!! Lindíssimas!!


A tumbérgia pode ser arbustiva ou trepadeira. Esta é arbustiva, está em vaso. Dá flor todo santo dia!


Jasmim, no entardecer libera seu perfume!
Florezinhas de manjerona! Sim, manjerona é tempero e dá flor também!


Lágrima de Cristo, adoro! Está sempre florida!!
Lavandas, minhas mais do que favoritas, não vivo sem!


Beijo!! Cor linda para uma planta muito fácil de manter e que fica florida 100% do tempo.



As flores da primavera já estão quase secas.


Até o mato tem flor =)


Orquídea cana, muito diferente da orquídea comum, abre suas flores em longas varas com mais de 1m de comprimento.



É uma forração, mas não sei o nome. As flores são pequenas e delicadas.


Lágrima de Cristo no vaso com abacaxis

Ainda faltaram algumas que não estão floridas no momento, como a minha hortência. Eu coleciono flores e adoro! E você?

Este post participa da Blogagem Coletiva 52 Semanas de Gratidão, proposta pela Elaine Gaspareto. Vem participar você também! Clique no selinho para saber como:


http://www.elainegaspareto.com/2017/01/venha-participar-da-blogagem-coletiva.html


Se você está chegando agora, saiba que junto com os posts desta blogagem, estou colocando um planner para baixar gratuitamente. Se tiver algum que você queira que eu não fiz, deixa a dica nos comentários, ok?

Os arquivos que já estão disponíveis são:

- Folhinha do Mês de Fevereiro
- Folhinha do Mês de Março
- Folhinha do Mês de Abril
- Folhinha do Mês de Maio
- Planejador de Refeições
- Planejador Semanal
- Planejador Diário
- Planejador de Leituras
- Lista de Aniversários
- Planejador de Feriados de 2017
- Planejador de Senhas e Logins
- Planejador Financeiro (tem 4 páginas)
- Planejador de Séries
- Contatos


Novos arquivos desta semana:

- Folhinha do Mês de Junho
- Folhinha do Mês de Julho


Para baixar todos os arquivos em PDF, em tamanho A4, gratuitamente, para imprimir quantas vezes quiser e usar à vontade, vá até o meu Google Drive, clique no link abaixo:







Acompanhe a Cozinha do Quintal por aí:

Facebook    -    Instagram    -     Pinterest     -     Rede BlogsBrasil

Ouça os nossos Podcasts







Cozinha do Quintal por Paula Mello. Florindo desde 2009. Todos os direitos reservados.



Luvinha de tricô sem dedos


Luvinhas de tricô sem dedos são perfeitas para teclar.


Para acompanhar a Echarpe de tricô que eu já mostrei aqui no blog:




Busquei uma receita que fosse simples, porque nunca tinha feito luvas na vida. Confesso que não foi fácil entender a mecânica da coisa rsrs depois peguei o jeito. Esta é a primeira, não ficou uma maravilha, as próximas a gente melhora.

A peça aberta ajuda a entender a distribuição dos pontos =)


Receita:

Lã Vitória Quintal (Cisne Dia a Dia) sobras da echarpe
Agulha 5,5 mm

41 pontos na agulha
Trabalhe em barra 1/1 (um meia, um tricô, avesso acompanhando o ponto) por 10 carreiras
Na 11a. carreira, aumente um ponto de cada lado = 43 pontos
Trabalhe em meia no direito, tricô no avesso por 7 cm. Continue trabalhando assim e ao mesmo tempo faça 4 carreiras de barra 1/1 nos últimos 4 pontos de cada lado (olhando a foto da luva aberta acima você vai entender. Esses pontos são para o dedão). Arremate os dois lados dos dedões. 
No total eu fiz 15 carreiras, incluindo o dedão, ok? 
Continue em barra 1/1 por mais 5 carreiras. 
Arremate e feche. Faça a outra luva igual.

Releve a mão de mexer no mato, ok? rsrs


Ficaram bem quentinhas. Esse modelo é ótimo para quem, como eu, vive no computador: dá para teclar com as mãos aquecidas sem atrapalhar o trabalho!

Você pode ajustar o número de carreiras depois da barra do pulso para mais ou para menos, de acordo com o tamanho da sua mão. Tem que medir da base do pulso até o início dos dedos. Dá certinho!

Estou fazendo outras, inclusive uma mais longa para a minha filha Fernanda, daquelas que pegam mais no antebraço. Se ficar legal, eu venho mostrar. O importante é fazer, as primeiras vezes não saem perfeitas mesmo, por isso não desisto.

Adorei fazer e estou aproveitando as sobras de lã dos cachecóis que estou fazendo para luvas. 

Boa idéia também para doação!! Imagina que alegria você levando algumas destas ao asilo mais próximo? Faz, é rapidinho!! E para presentear uma pessoa querida também!



Acompanhe a Cozinha do Quintal por aí:


Facebook    -    Instagram    -     Pinterest     -     Rede BlogsBrasil
Ouça os nossos Podcasts





Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. 2009-2017

Batatas recheadas, deliciosas e super fáceis! Insanas!



Batatas recheadas, quem não ama? Passo a passo para você fazer e degustar =)

Sabe comida de conforto? Aquela que aquece não só o estômago, mas o coração? Pois batatas são assim. Acho que Deus estava muito inspirado quando inventou as batatas, talvez tanto quanto o trigo, outra coisa que me deixa pasma pela imensidão de coisas que se podem fazer com um simples grão.

Batatas são presença constante na minha mesa, pelo menos uma vez por semana, seja assada, frita, apenas cozida, em purê ou assim, recheadas com coisas gostosas!

Fáceis de fazer, elas rendem. Eu costumo fazer duas batatas grandes por cabeça aqui em casa, portanto, 10 unidades. Escolho as maiores e com a casca mais lisa e bonita (e se você tiver acesso a batatas orgânicas pode comer com a casca sem dor na consciência). Lavo muito bem com uma escova e coloco na panela de pressão já cheia de água fervendo, com uma pitadona de sal e um pouco de orégano. Fecho, pegou pressão é só contar 20 minutos. Retiro as batatas e coloco sobre um prato e começo a cortar a tampa de cada uma, no sentido do comprimento.

Além dessa tampinha, com uma colher eu cavo a batata, para fazer espaço para o recheio e já vou colocando o que sai em uma forma, pois não se joga nada fora por aqui. Então vou começar a mostrar como fica essa forma de batatas e depois as recheadas.

Escolha as batatas maiores e mais gordinhas. Que nem eu rsrs



Na verdade você pode colocar o que quiser em cima das batatas! Tudo combina, tudo fica bom. Já fiz com frango desfiado e refogado, com atum, com carne moída, só com legumes, só com verduras refogadas, com tudo junto. Desta vez a primeira camada foi de requeijão, cremooooso!! Ah não precisa amassar e pressionar as batatas, ok? Vá colocando os pedaços aleatoriamente até preencher o fundo, sem muita preocupação, é para ser rústico!


Com as tampas e o que sai de cada batata, você monta mais uma forma e pode comer depois!!


Requeijão Cremoso que delícia!!
Eu gosto muito desse aí.

Usar produtos profissionais é ótimo. Eles rendem mais, custam mais barato e são fáceis de usar e descartar a embalagem. 

Claro que você só vai comprar uma baita bisnaga dessas de 1 quilo se for fazer para vender ou se a sua família é grande (ou como a minha, que apesar de ter 5, parece que são 10 rsrs)

Eu acho que vale a pena. Mesmo que a gente não use tudo de uma vez, é possível porcionar e congelar.



Então, até aqui foram duas camadas: batatas e requeijão. A seguir, espalhei várias fatias de presunto, depois queijo prato em cima.

Usei presunto. Você pode usar o que quiser: peito de peru fica ótimo! Mortadela fica dos deuses!


Minha forma de batatas prontinha para ir ao forno. Com muito azeite.

Não fica bom isso?? Batatas... bom demais.
Depois do queijo prato, espalhei ovos cozidos picados, mussarela ralada, polvilhei com orégano e reguei fartamente com azeite. Tá pronto para ir ao forno. Só com as tampas e com o que sai de dentro das batatas já dá uma refeição =)

Beleza. Enquanto essa foi pro forno, fui cuidar das batatas inteiras. A primeira coisa é colocar uma colher de chá de manteiga dentro de cada uma. Como estão quentes porque acabaram de sair da panela, a manteiga derrete bem. A foto é que não saiu boa, mas dá para ter uma idéia:

Fazendo espaço para o recheio: com carinho fica certinho!

A seguir foi só repetir a mesma sequência: requeijão, presunto, queijo prato, ovos cozidos picados, mussarela ralada e aqui acrescentei ainda cubinhos de bacon que eu fritei bem e escorri em papel toalha. Por último, muito azeite e forno nelas. Acompanhe a sequência:

Requeijão nelas =) Pouco não dá, tem que ser muito!



Depois do requeijão, presunto e queijo prato... calma que tem mais coisa ainda rsrs

Foto linda da minha filha Fernanda. Ficou bem melhor que as outras que eu tirei. Batatas quase prontas!!

Com mussarela e bacon, agora sim, podemos ir ao forno. Quente, rápido!!
 Coloque as batatas em uma assadeira levemente untada com óleo. Olha isso:

Mais uma de pertinho antes.


No forno, elas ficam apenas para aquecer bem e gratinar todo esse montão de queijos. Em torno de 20 minutos no meu forno que é lento, por isso fique de olho no seu para não queimar. Saindo do forno fica assim:

Batatas cremosas, gratinadas, com a casquinha levemente crocante, muito queijo. É o paraíso??




E a da forma separada fica igual a uma torta. Olha:

Nem vou falar nada. Se você não fizer, vai ficar com vontade pelo resto da semana.








Não é de dar água na boca? E que coisa versátil... muitas e infinitas possibilidades, de acordo com o que você tiver sobrando na geladeira ou o que você tiver vontade de comer. Já fiz até com berinjela assada em tiras em cima das batatas, um monte de cebolas, azeitonas... Ah já fiz com abobrinha e alho frito e ficou de arrebentar!!!!

Gente, qualquer coisa mesmo fica bom com batatas =) Sem preconceito!! Se você tiver e gostar (eu amo mas não tinha) coloque bastante salsinha picadinha em cima de tudo assim que sair do forno! Fica di-vi-no!!

AH o tamanho da minha forma quadrada é 24cm e ela tem 5 cm de altura. Claro que você pode colocar em um refratário. Pode jogar um molhinho branco em cima! Pode um molho de tomate! Pode do jeito que você imaginar.

E nem preciso falar... isso também dá para vender!!! Pensa nisso. Batatas recheadas de vários sabores, em barquinhas de papelão, com muito queijo... Tem muita gente ganhando um dim dim com isso, viu? 



Acompanhe a Cozinha do Quintal por aí:


Facebook    -    Instagram    -     Pinterest     -     Rede BlogsBrasil
Ouça os nossos Podcasts




Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. 2009-2017

  • Início
  • Índice por Categoria
  • Uso e Privacidade
  • Loja Virtual
  • Anuncie
  • Contato
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Siga pelo Bloglovin'

Follow on Bloglovin

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.