> >

Kibe passo a passo

Fazer kibe é fácil, mas tem gente que tem medo de errar...

Então comece assim:

Numa tigela grande coloque 500g de trigo para kibe e lave bem em água corrente. Cuidado para não deixar o trigo escorrer para o ralo, senão já viu...

Troque a água duas vezes, e coloque água limpa para deixar de molho, no mínimo duas horas, mas o legal mesmo é deixar de um dia para o outro. Se você mora em lugar quente, coloque a bacia na geladeira, pois o trigo pode fermentar e azedar.

No dia seguinte, escorra a água e passe o trigo para um pano colocado em cima de uma peneira grande ou de um escorredor de macarrão. Deixe lá, escorrendo, uma meia hora.

A seguir, feche o pano de prato como uma trouxa e torça bem para retirar toda a água, ou o máximo possível.Reserve.

No liquidificador bata 1 xícara de óleo de milho, 2 cebolas (se for grande, uma só) folhas de hortelã, sal, óregano (heresia, mas eu gosto!!), pimenta síria (pimenta caiena, perfumada de canela, uma delícia!) e alho a gosto, até obter uma pasta.



Coloque o trigo numa tigela grande e acrescente a carne moída. Uso sempre patinho ou coxão mole. A proporção é de 1 quilo de carne moída para cada 500g de trigo.


A seguir, despeje o tempero de cebola sobre isso tudo e mão na massa. Não esfregue, aperte entre os dedos. Aqui a mãozinha simpática é do maridon, que eu com essa coluna estragada, nem quibe faço mais.


Continue amassando, tenha fé, isso vai ficar bom assim:


Quando tudo estiver bem incorporado, prove o sal e corrija, se necessário.

Daí é só modelar os quibes, eu gosto de fazê-los pequenos (estes têm mais ou menos uns 5 cm), e depois é fritar em óleo bem quente, escorrer em papel toalha e servir. Aqui usamos servir com tahine e azeite.

*nota: para o quibe assado de bandeja, tem mais alguns passos, coloco na próxima...
Não deu para fotografar os quibes fritos, passou uma horda de hunos por aqui e levou tudo...

Você pode dar continuidade nesta receita e fazer o kibe na bandeja assado no forno. Uma receita maravilhosa, que rende e sustenta e, claro, pode entrar para o seu cardápio de marmitex na maior tranquilidade.

Veja aqui o kibe de bandeja com o meu passo a passo:
http://www.cozinhadoquintal.com.br/2009/10/kibe-de-bandeja-passo-passo.html


20 comentários:

  1. Super bem explicadinho...adorei!
    Bjs
    Fla

    ResponderExcluir
  2. obrigada amiga pelo passo a passo...excelente,jinhosssssssss

    ResponderExcluir
  3. Faço mto quibe aqui em casa,adoro.Só q. nunca batí o termpêro com óleo assim como fêz,amei a idéia,vou passar a bater assim,mto boa dica!
    Abraço,bom fim de semana!


    Ana.

    ResponderExcluir
  4. Pois é meninas, mas uma do maridon, mas com a minha supervisão, claro, cof, cof!!

    ResponderExcluir
  5. ola
    olha eu de novo de incomodando,rsrsrs.
    queria tirar uma dúvida, como faço para assar quibe? mas gosto daquele quibe enrolado como se faz para fritar. me ajude de novo.rsrs.
    beijossss

    ResponderExcluir
  6. Olha, amigo(a) vc pode assar os quibes assim do jeito que eu ensinei é só colocar numa forma untada com um pouquinho de óleo, sem cobrir com alumínio nem nada. Aí o ponto vc vai ter que ver. Se quiser o passo a passo do quibe assado de bandeja, olha ali ao lado, no índice, Kibe de Bandeja Passo a Passo.

    E corra para oo abraço!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. olá! gostaria de saber se para fazer o musse de copinho render 15 uni como na receita, quantos ml tem que ter o copinho.

    tambem gostaria de saber o que vc acha, destas maquinas de salgados.Vc acha que altera o sabor e a qualidade?
    desde ja agradeço bjs e fique na paz!

    ResponderExcluir
  8. Dinha querida, que musse é essa?? Mande um email pra mim falando qual é a receita ou deixe comentário na mesma, ok?

    Eu acho que as máquinas de salgados não alteram o sabor não, são ótimas opções para quem pode comprar, pesquise bastante e boa sorte!!

    beijo grande

    ResponderExcluir
  9. Olá bom dia!!Eu esqueci de escorrer a água do meu kibe, ele ainda tem salvação ou posso jogar fora, pq ficou muito mole, estava pensando em acrescentar mais carne, vai dar certo??

    ResponderExcluir
  10. Séspere: eu não tenho a menor idéia se vai dar certo, pois isso nunca aconteceu comigo... Como é que vc esqueceu, mulher? O que vc estava pensando na hora de fazer o quibe, hein?? Conta, vai! rsrsrsr

    Vc pode sim, tentar colocar mais carne. Acho que pode dar certo.

    Depois me fala? Boa sorte!

    beijoooooooooo

    ResponderExcluir
  11. boa tarde gostaria de receber uma ideia de fazer comida comgeladas mais so decamaros e peixes mim ajuda com receitas de rissotos molhos tudo q possa fazer para vender comgelados meu maryfesta@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. boa noite posso empanar o kibe com ovo e farinha de rosca?

    ResponderExcluir
  13. Leny, não faça isso, não é necessário. O kibe pode ser frito da maneira tradicional, sem empanamento.

    beijoooooooo

    ResponderExcluir
  14. ola paula,sempre tento fazer rocambole de carne moida mas quebra um pouco.qual a maneira certa de fazer?abraços...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jef, espalhe a carne em papel alumínio, com o lado brilhante pra dentro, coloque o recheio e fecge. Leve ao forno por 30 a 40 minutos e depois rasgue o papel alumínio em cima e enrole para baixo, assim vc doura o rocambole sem retirar o papel. Depois é só cortar em fatias e servir, não tem muito o que dar errado!!

      beijooooooooo

      Excluir
  15. Não precisa deixar de molho. Basta esquentar a água assim que começar a dar bolhinhas no fundo da panela sem ferver, é so cobrir o trigo com pelo menos 4mm de lamina dessa água. Deixar inchar e mexer para esfriar. Então é só colocar os ingredientes, sovar bem e trabalhar os kibes sempre com as mãos úmidas. Façam e vão sentir a facilidade. Dessa forma não lavamos as propriedades do trigo e nem jogamos fora a sua liga natural...

    ResponderExcluir
  16. Estou fazendo kibe para festas,mas na hora de fritar ele fica com uma aparencia meia quebrada,sempre congelo o que estou fazendo errado,muito obrigada.Cirleneeleodoro@yahoo.com.br
    Outra duvida como armazenar salgadinhos ja fritos e eles nao mucharem ate a entrega,tenho 500 para fritar mas meu espaço de fritura ainda é pequeno frito 15 por vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podem ser vários motivos, pode ser que vc não esteja deixando o óleo bem quente, coloque poucos por vez (5), não mexa muito na fritura para não quebrar. Pode ser pouca gordura, verifique a receita. Pode ser que estejam úmidos do freezer, então cubra quando for congelar.

      Agora quanto a murchar, não tem muito jeito, um pouco sempre mucha. Deixe esfriar completamente sobre papel toalha antes de embalar para a entrega e a pessoa vai ter que aquecer novamente no forno antes de servir.

      boa sorte!!

      Excluir
  17. Estava procurando receitas e dicas pra eu poder usar o meu dom (que os amigos dizem que tenho) pra ganhar dinheiro e achei seu blog, amei!

    Tem algum problema na hora de fritar se eu rechear com queijo? Se não, que queijo vc me sugere, cremoso ou ralado?

    Parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maíra, vc pode rechear o kibe sim, nunca tentei mas deve dar certo. O queijo tb vai da sua preferência, mas imagino que para enrolar um queijo muçarela ralado deve ser mais fácil do que um cremoso.

      boa sorte!!

      Excluir

Não são permitidos comentários anônimos.

Respondo aqui mesmo, então venha ver a resposta, ok?

EMAILS E COMENTÁRIOS SÃO RESPONDIDOS 1 VEZ POR SEMANA, então não adianta você deixar 200 comentários aqui... Apenas 1 é suficiente, e você não vai visualizar por que antes EU preciso aprovar o seu comentário, ok?

Caso prefira entrar em contato por email: paulamellomorgana@hotmail.com

Agradeço a paciência e a compreensão.

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.

Estatísticas

Dias Online
Postagens
Comentários
Widget by Elaine Gaspareto
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha

Protetora da Cozinha
Santa Clara, clareai os caminhos!