Ganhar dinheiro com Comida - Primeiros Passos 3


Negociando Conflitos

Ok, continuando nosso papo, você já deu uma volta pelo seu bairro e viu onde estão seus potenciais clientes. Começar pelas redondezas é bom, por que você não precisará se preocupar muito com entregas, por exemplo. Se for perto, você mesma ou alguém da família pode entregar seus produtos sem problemas.

E aqui entramos num tópico importante e difícil: a família. É claro que todo mundo precisa de ajuda num começo, qualquer que seja ele, ainda mais em um negócio que sonha um dia virar algo maior. (Ué, sonha sim!! Sonhar a gente pode, e realizando, conquistamos.)

Converse com sua família, marido, filhos, sogra, etc. Explique o que você está querendo fazer, e peça ajuda deles. As melhores sugestões para as coisas que eu já fiz vieram do meu pessoal, do meu marido principalmente, em termos de divulgação, cartão de visita e embalagens. (Calma, falaremos disso também.)

Trabalhar para a maioria das mulheres é uma dupla jornada, pois o serviço doméstico geralmente continua a cargo delas. Se você não tem empregada, se você trabalha fora, tenha consciência de que seu trabalho vai aumentar e muito. Como eu disse, cozinhar dá trabalho, toma tempo e faz sujeira.

Uma boa dica, que eu até já comentei aqui é pensar em dividir as tarefas domésticas para que você não fique tão sobrecarregada. Por exemplo, seu marido pode lavar a louça do jantar, enquanto você embala as encomendas. Um filho ou filha pode ficar encarregado de retirar a roupa suja e deixar tudo organizado na lavanderia. Ou tirar o lixo todo dia. Ou dar uma varrida na casa, cuidar do cachorro, guardar as roupas e sapatos, etc. Quem vai saber melhor é você.

Não esqueça que sua família é importante, como suporte, e como cobaia, afinal eles vão experimentar tudo o que você fizer... Brincadeiras a parte, é bom que todos se sintam envolvidos e importantes no processo, que todos possam participar, palpitar, mas sobretudo, ajudar.

Para que isso funcione, você precisa em primeiro lugar, delegar as tarefas. Eu posso falar de boca cheia, por que ainda hoje tenho um sério problema: acho que não tem ninguém que faça o serviço de casa melhor que eu. Isso é sim, um problema, por que se a gente não delegar alguma tarefa para outro membro da família fazer, não dá.

E depois, não reclame, tá? Se não ficou tão bem feito, se não ficou como você faria, não faz mal. O pessoal vai aprendendo, e com o tempo melhorando! E você, por incrível que pareça, vai ganhar mais tempo para se dedicar ao seu negócio.

Depois, tente não "sabotar" seu próprio negócio enquanto ele ainda está nascendo. Estabelecendo as prioridades, é mais fácil saber como dividir as tarefas. Pode parecer bobagem falar isso, mas a organização dentro de casa talvez seja o ponto mais importante para que tudo dê certo. Afinal você não vai sair de casa para cozinhar para vender, vai?

Então, aqui algumas dicas que eu recomendo com fervor:

Você vai precisar de um calendário bem grande na parede ou grudado na geladeira. De preferência de cartolina, assim dá para anotar com caneta, e ter espaço para tudo. Pode ser para um mês, ou dois, está de bom tamanho.

ANOTE lá nos dias da semana:

lavar roupa
limpar a casa
passar roupa
fazer as compras (inclusive dos materiais que você vai usar)
ir a feira, ao dentista, ao médico, ao cabeleireiro (ah, sim, continue se cuidando, por favor)
fazer a comida do dia a dia
fazer a comida que será vendida
reuniões diversas (na escola, na igreja, no seu grupo qualquer que seja ele)
outras saídas de casa (banco, farmácia, costureira, etc)

aproveite e marque também:

vencimento das contas do mês (água, luz, telefone, cartão, etc)
dia da última troca do gás, se você não dispuser de gás de rua
dia da última vez que descongelou a geladeira e o freezer

Deu para entender? Marque todos os compromissos, atividades e coisas que você tem que fazer. Podem ser bem diferentes destes aqui, isto é só um exemplo.

Toda vez que a gente coloca a vida no papel fica muito mais fácil ver aonde estão os "gargalos" que podem acabar com qualquer sonho de empresária. Sabe o que você está fazendo? Uma PLANILHA dos seus compromissos, ou como chamam alguns, uma TO-DO LIST (lista de coisas a fazer, ó que chique!)

Coloque todas as atividades da casa e suas. Não se preocupe se não couber tudo na primeira vez, normalmente lá pela terceira cartolina a gente consegue acertar.

Bom, depois desse trampo todo, olhe para o que você tem. Até agora, um monte de coisas a fazer. E Deus nos ajude, não é?

A seguir, o que a gente precisa é definir prioridades:

Coloque 1 para aquilo que não pode deixar de ser feito diariamente

Coloque 2 para o que dá para fazer em dias alternados, ou a cada 2 dias, por exemplo

O 3 é para aquelas coisas que podem ser feitas uma vez só na semana, ou talvez a cada 15 dias, e

pode ser que você precise de um 4, para as coisas que têm que ser feitas mensalmente, ou até com mais tempo.

Faça as saídas de casa renderem, pagando as contas, indo ao cabeleireiro e a costureira no mesmo dia, por exemplo. Juntar os compromissos num período evita que você fique saindo todo dia, o que fará seu tempo de produção aumentar.

Priorizar quer dizer dar importância a uma coisa antes de outra. Assim, se você ainda não lavou os cobertores desde o ano passado, desista e mande para a lavanderia. Não é agora que você vai se preocupar com isso, nem com mudar os móveis de lugar (a não ser que melhorem a sua produção), nem fazer a arrumação em cima do guarda roupas que faz anos que você diz que vai fazer. Sua mente e sua atenção agora estarão no seu negócio. A casa vai sobreviver, não se preocupe. Sua família e você, também.

Esta é apenas uma sugestão de como organizar a vida dentro de casa, se preparando para começar a sua produção. É importante para você não ter que cancelar um pedido por que o seu marido precisa "daquela" camisa passada agora, ou por que o gás acabou bem no sábado a noite e você nem viu, e acredite, é sempre assim.

Agora, com o controle na mão, você vai ter uma idéia bem clara de quanto tempo dispõe para trabalhar no seu negócio. Pode ser que você consiga agrupar as tarefas domésticas todas no período da manhã, por exemplo. Se você trabalha fora, vai precisar se organizar ainda mais, e provavelmente, vai trabalhar nos finais de semana também.

Isso tudo é importante por que você pode chegar a conclusão de que não tem tempo suficiente para algo mais sofisticado, ou trabalhoso, e ainda será possível mudar de idéia sobre o que fazer, afinal, você ainda não começou a fazer nada, ainda estamos no "Planejamento Estratégico".

Então, dê uma pensada aí. Se você souber de um jeito melhor, manda pra mim, assim a gente divide as experiências.

3 comentários:

  1. Oi Paula tdo bem?
    Estou mto animada em montar meu proprio negocio por enquanto em casa, já é um grande começo pra mim? kk eu sou divorciada tenho dois filhos uma de 9 e um menino de 6, estudam pertinho de casa mas tenho q levar e busca los todos os dias. medico, mercado enfim tudo sou eu sozinha q tenho q fazer até por gasolina no carro kkkkkkkkkkkk a pensão q eu ganho é praticamente uma ajuda de custo pra ter uma ideia é menos q um salario minimo... e não é nada facil pra mim manter algo em casa... tenho o apoio da minha mãe, ela mora em sp e eu a 120km dela... nao consigo emprego pela idade 40 e tbem por algumas qualifciações... vontade de trabalhar vencer eu tenho e mta... hj acordei com este pensamento pq eu havia sonhado com isso.. contei para meus filhos e ficaram encantados, liguei pra minha super mãezona e pedi um emprestimo kkkk estou animada, eu adooro fazer refeições , o q me pega é fazer carnes kkkk mas o restante eu faço com mto gosto... adoro cozinhar p quem ama papar bem... kkkkk obrigada por esta chance q vc nós da... vc explica tudo direitinho e tbem nos deixa organizada kkkkk mto bom.. maravilhoso... vou terminar de ler e anotar os proximos passos. um grande bjão e q DEUS te dê em dobro... Clélia Corrêa.

    ResponderExcluir
  2. Olá amigas empreendedoras.

    Me chamo Cristiane, começei no dia 17 de dezembro de 2012 uma nova empreiada na minha vida, sou casada a 17 anos tenho um menino de 14 anos e um de 10 meses, depois de ter o segundo me vi num beco sem saida, pois teria de voltar a trabalhar e isso eu não queria, não queria deixar meu bb, dai saiu da cabeça do meu marido a ideia de vender marmitas, em maio de 2012 comecei a por em prática a ideia, foi tudo amadurecendo, conversei com a empresa onde trabalhava e eles me demitiram após o término da estabilidade, meu marido tbm saiu do emprego dele de porteiro e começou a por a mão na massa, construiu em nossa garagem uma cozinha industrial mini, compramos com o dinheiro das recisões o que precisavamos de começo, então no dia 17/12/12 começamos a vender, divulguei por panfletos que eu mesma distribui pelos bairros vizinhos, os pedidos começaram a chegar e assim foi. Não está como queremos ainda tambem pela época que é de férias mas temos muitas expectativas para o ano, minha mãe tbm veio nos ajudar saiu do emprego tambem e agora vamos todos ficar por 5 meses recebendo seguro para irmos nos mantendo até quem sabe um dia conseguirmos nos manter através das marmitas. é isso o Sebrae e muitas pesquisas foram fundamentais pra mim e esse blog tambem. em breve conto como estamos indo.

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.