Coworking na cozinha, o que é isso?



Coworking na área de alimentação é possível! Na Cozinha do Quintal você encontra os assuntos de interesse do empreendedor de alimentação =)


A minha missão com a Cozinha do Quintal é trazer para você, empreendedor de alimentação, novas idéias para começar ou incrementar o seu negócio! Idéias para te provocar, te fazer pensar em possibilidades com o que você tem AGORA, com o que você sabe e com o que você pode.


Muito se fala hoje em dia em compartilhamento, muitas idéias dentro desse conceito já estão em prática e funcionando super bem, como os escritórios compartilhados, por exemplo, que são espaços que podem ser alugados até mesmo por uma hora, onde a pessoa encontra sala de reunião, computadores, às vezes até serviços de secretaria e motoboy, xerox, etc., pagando pelo que usa ou por hora e economizando barbaridade, por não precisar investir em tudo isso.

Esse conceito é fantástico, porque permite que as pessoas trabalhem com custos mais baixos, podendo repassar ao cliente essa economia, muitas vezes você tem a idéia, o potencial, mas não tem a grana necessária para montar toda uma estrutura, dessa forma fica muito mais fácil.

Outro setor que tem se beneficiado desse conceito é o de medicina, onde vários médicos se reúnem e criam consultórios e laboratórios para exames em conjunto, clínicas onde as pessoas têm o atendimento completo. Já tem um bom tempo que os médicos fazem isso, com sucesso!

Outros tipos de negócio têm se aproveitado da idéia do compartilhamento para bombarem. Por exemplo, limpeza doméstica, oficinas mecânicas, salão de beleza, todos esses serviços podem ser executados por várias pessoas/empreendedores ao mesmo tempo num só lugar, oferecendo aos clientes um leque maior de produtos e serviços que podem ser adquiridos ou usufruídos ao mesmo tempo.

A economia na montagem das estruturas físicas é considerável. Imagina o custo do aluguel de um ponto comercial, se dividido entre várias pessoas/empreendedores pode ficar viável!

Reúna a galera e monte o seu negócio de comida!! Vai dar certo!!


Agora você já sabe, se ver por aí a palavrinha coworking, é isso o que quer dizer! Trabalhar junto! Dividir experiências, aprender, inspirar o outro e a si mesmo, somar, resolver problemas em conjunto!

Então imagina esse conceito de compartilhamento em negócios de comida! Como assim? Um espaço onde o empreendedor possa realizar o seu cardápio e até mesmo servir o seu cliente... junto com outros empreendedores de alimentos!

Não, eu não fiquei maluca! É uma idéia que está começando a se espalhar por aí. Eu acho que quem começou com isso foi o Jamie Oliver, quando ele abriu cozinhas onde as pessoas podiam ir cozinhar, onde pagavam pelo período em que estavam usando os equipamentos. Ora, claro que essa idéia não é para quem faz comida para vender, mas poderia ser!! E embora ele não tenha continuado com o negócio (mas sim transformado em cursos de culinária) a idéia continua sendo boa.

Mais do que boa comida, as pessoas querem boas idéias!


Em Nova Iorque já tem um modelo de negócio assim, que é o Brooklin FoodWorks, uma proposta genial, que oferece cozinhas equipadérrimas, com segurança, acesso à noite, internet, estacionamento, retirada de lixo e limpeza com controle sanitário, estoque (incluindo freezers e geladeiras) e até lavanderia, para o pessoal ter roupas e toalhas limpas. Além disso, como o foco é ajudar negócios de comida a deslancharem, eles têm: aulas de culinária, compra de ingredientes com descontos e mentoria de negócios. Nossassinhora tomara que alguém copie essa idéia e abra vários aqui no Brasil!! Como a gente precisa desse tipo de oportunidade!!

Para nós, pequenos e micro empreendedores de alimentação, essa tendência de compartilhamento ou coworking pode ser feita também.

O empreendedor tem que encontrar caminhos possíveis!


Outro dia mesmo recebi um email muito carinhoso de uma leitora que decidiu botar a mão na massa e começou a fazer saladas no pote para vender. O problema dela? Ter 3 filhos pequenos que ainda não estão em idade escolar, não ter creches próximas (e eu odeio os políticos que prometem creches e não fazem!!) e claro, não ter dinheiro para uma escola particular para os filhos.

A solução que ela encontrou foi se juntar com mais duas amigas, ambas com filhos pequenos também e  contrataram uma babá para cuidar das crianças. Assim, todas as 3 garotas trabalham na cozinha enquanto seus filhos estão sendo cuidados ali ao lado, sob as vistas delas... Inclusive tem um bebê que ainda está sendo amamentado. Ou seja, as mulheres trabalham, ganham o seu sustento, ficam com os filhos pequenos e ainda dão emprego para outras pessoas. Já pensou? E de quebra os maridos entraram na onda e o resultado é uma equipe afinada de 6 pessoas com muito entusiasmo pelo que fazem!

Elas dividiram e somaram. Criaram uma oportunidade de conciliar o ganho com o cuidado dos filhos, encontraram uma alternativa. Além das saladas, elas querem ampliar a produção, oferecendo outros produtos que têm tudo a ver com outra tendência em alta: comida leve, saudável! Estão nos planos das meninas fazer sucos, sanduíches, marmitinhas fit, doces.... essas garotas vão longe, tenho certeza! Além de compartilhar o espaço e as habilidades, elas dividem o carro (que é um só) para as entregas, compras e outras idas e vindas, dividem as tarefas, uma entrega, outra faz as compras, todas ajudam na limpeza, os maridos também... Tem como não dar certo??

Quem faz o que ama sempre vai encontrar outros apaixonados pela mesma coisa =)


Nós precisamos abrir a cabeça e pensar que juntar pode ser uma grande idéia. Claro que é preciso planejamento, respeito e confiança, como em qualquer negócio. Trabalhar em família, por exemplo, é algo complicado e que exige um compromisso gigantesco, porque brigas nos negócios sempre acabam estragando as relações familiares quando elas não são resolvidas. Mas eu acredito que com boa vontade, tudo é possível!

De qualquer forma, pense que compartilhar espaços e idéias pode ser a saída para você colocar o seu negócio de comida em andamento no próximo ano!

Trabalhar com outras pessoas pode ser desafiador, mas compensa!


Se você tem uma garagem na sua casa ou outro espaço e quer transformar em um negócio, procure outras pessoas que possam compartilhar com você as despesas, e claro, os lucros! Negócios de comida que tenham a ver com o que você já faz ou pretende fazer, porquê não?

Junte as amigas, a família, planeje e comece! Que em 2017 o coworking entre de vez na sua vida e você consiga deslanchar o seu negócio!! Depois me conta, que eu vou adorar saber o que você anda fazendo e como está driblando as dificuldades!!



Acompanhe a Cozinha do Quintal por aí:

Facebook    -    Instagram    -     Pinterest     -     Rede BlogsBrasil

Ouça os nossos Podcasts




Todas as fotos lindas deste post foram gentilmente cedidas pela Shutterstock. Direitos reservados.
All images kindly provided by Shutterstock. All rights reserved.


Cozinha do Quintal por Paula Mello. Orgulhosamente ajudando os empreendedores de alimentação desde 2009. Todos os direitos reservados.

0 comentários. Comente também!:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Não peça para calcular o preço de venda de nada, pois eu não tenho como fazer isso, ok? Verifique se a sua dúvida já foi respondida nos comentários anteriores. Se preferir, mande um email pra mim no paulamellomorgana@hotmail.com
Comentários mal educados, preconceituosos ou com propaganda são excluídos. Encontrou um erro ou informação faltando? Me avisa? Obrigada!! beijossssssss

  • Início
  • Índice por Categoria
  • Uso e Privacidade
  • Loja Virtual
  • Anuncie
  • Contato


Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Siga pelo Bloglovin'

Follow on Bloglovin

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.