Salada de Frutas no Pote G 677 Galvanotek

em 26 de outubro de 2017


Hoje eu trago para vocês uma sugestão bacana de negócio caseiro, que não exige altos investimentos, é fácil de fazer, não requer um montão de equipamentos e tem sido um sucesso ultimamente! Aonde a gente vai, encontra à venda os potes de salada de frutas, seja no supermercado, em lojas de produtos naturais... 

Se na sua cidade ou região ainda não tem, olha aí a oportunidade! 


E eu quero te mostrar este pote da Galvanotek, que eu achei perfeito para a salada de frutas. 

É o G 677 da Linha Doces e Salgados. Feito em PET, com 250 ml de capacidade, pode ser utilizado também para as mais variadas sobremesas, principalmente aquelas que têm coberturas sobrepostas, como chantilly. Você pode usar um filme de pvc para alimentos e acomodar uma granola na tampa, fica bem bacana e super saudável.


A embalagem é composta por um copo cônico e uma tampa, que fecha super bem! Para esta montagem eu preparei uma salada de frutas com banana, o que foi um erro bem grande, por isso não recomendo que você use. A banana fica escura praticamente na mesma hora que a gente corta, embora eu tenha passado os pedaços de fruta na água com limão e tenha colocado na calda imediatamente, mesmo assim escureceu.

São tantas as boas combinações de frutas que a banana não vai fazer falta, certo? Além dela, utilizei uvas sem sementes (Thompson), a verde; mamão, morango, pêssego e maçã. 


Nas fotos vocês podem ver algumas pitangas, essas são do pé aqui do meu quintal. Fica a sugestão para a utilização de outros tipos de frutas, como amoras, açaí, pitangas, claro e o que mais você tiver acesso. No Nordeste do Brasil, então, tem tantas frutas incríveis que não temos aqui no Sudeste, ou se temos, elas são bem mais caras... quando eu fui pra Bahia, me acabei de tanto comer umbu, cupuaçu, graviola eu amei de paixão, que delícia!! 

Imagina uma salada de frutas com goiaba, abacaxi e jaboticaba, essas frutas são nativas...

Imagina uma porção de gabiroba, pêra do cerrado, cambucá ou a incrível cereja brasileira, a  grumixama, cumbixaba ou ibaporoiti na sua salada!!

 Se você realmente quer fazer algo que nunca foi feito, pesquise sobre as frutas nativas do Brasil como estas que eu citei (e sim, já comi gabiroba, é bom!!! E araçá de monte, que é bem comum aqui em SP).

Uma boa fonte de pesquisa é a  EMBRAPA, no portal tem muita informação disponível. E quem sabe, de repente você tem um sítio, um pedaço de terra, pode conseguir mudas e plantar algumas dessas árvores frutíferas que são da nossa terra e assim ajudar a preservar o nosso patrimônio botânico, a biodiversidade e ainda um montão de espécies de animais, como as aves que se alimentam das frutas, não seria incrível? E pensar que toda essa riqueza está desaparecendo...para quem se interessar, tenho uma ótima indicação de site com muita informação, clique aqui e conheça o Colecionando Frutas.



É importante definir um cardápio para a sua salada de frutas. Comprando em atacados, em entrepostos como o CEAGESP, você vai encontrar muita variedade e preços melhores.



Como calda, que também tem a função de conservante, utilizei somente suco de laranja, coado para tirar os gominhos. Não coloquei açúcar, pois as frutas são bem doces, achei desnecessário (mas calma, que logo você vai ver porquê rsrs)


A base, o copo, tem 8 cm de altura e a tampa tem 4 cm. Uma porção bem farta de salada de frutas. Claro que não colocar açúcar foi uma estratégia, porque eu gosto é de colocar leite condensado, bem melhor, eu acho!!




Com leite condensado, não fica diet mas fica irresistível rsrs e com creme de leite também né?

A salada de frutas é altamente perecível, a validade é de apenas 1 dia. Por isso todo cuidado na preparação e no transporte, não pode pegar sol, não pode ficar exposta sem refrigeração e não pode vender o que sobrou no outro dia, pois as frutas estarão cozidas, não estragadas, só que perdem a textura e o frescor e ninguém vai gostar de comer uma salada de frutas borrachuda, com frutas esponjosas, certo? 

O planejamento correto e a manipulação cuidadosa vão garantir o sucesso da sua salada. Por isso, como eu digo sempre aqui no blog, capricho é fundamental.

Como montar uma salada de frutas incrível:


1 - Compre as frutas frescas, de preferência em entrepostos, ou melhor ainda se você puder, direto do produtor.

2 - Escolha frutas no mesmo grau de maturação: não pode ter fruta super madura e nem fruta verde e dura na sua salada.

3 - Misture texturas e cores: quanto mais colorida e variada a sua salada, melhor e mais atrativa.

4 - Limpe, higienize, retire cascas, sementes e hastes.

5 - Corte todas as frutas do mesmo tamanho. Para isso você vai precisar de uma boa faca, bem afiada, para cortar sem amassar as frutas mais macias, como pêssegos. Uniformidade de tamanho garante uma boa distribuição dentro do potinho.

6 - Use partes iguais de cada fruta. Uma boa média é usar 5 frutas diferentes. Corte e pese antes de empotar. Ninguém gosta de comer só maçã ou só mamão na salada de frutas.

7 - Faça uma boa calda: use um mix de sucos de laranja, limão e maracujá. Como são cítricos, além de realçar o sabor das frutas, vão ajudar na conservação.

8 - Varie os acompanhamentos: a granola é uma das coisas mais gostosas que você pode usar para acompanhar a sua salada de frutas. Além dela, côco ralado (inclusive o côco queimado), nozes, castanhas, amêndoas, chantilly, mel, e até sementes de abóbora torradas dão o crocante. Para acomodar os acompanhamentos no pote, coloque-os na tampa e cubra com filme plástico, fechando bem. Acomode a tampa no copo. 

O pote G 677 é vendido em lojas de embalagens, a caixa inteira tem 400 unidades (potes e tampas são vendidos separadamente).

Para saber onde encontrar o distribuidor mais próximo, baixe o aplicativo da Galvanotek no seu celular, além disso você pode consultar o catálogo de embalagens, escolher a mais apropriada para o seu alimento e até encomendar um projeto específico se for a sua necessidade.



Acompanhe a Galvanotek e fique por dentro de todas as novidades em embalagens para o segmento de alimentação:


E para terminar este post, segue mais uma sugestão de livro. Aos poucos eu tenho comprado alguns livros e os que eu gosto, acho legal indicar para que você compre também.

Para quem vai seguir (ou já está) na tendência fit, natural, sem conservantes, sem lactose, etc - e lembrando que o público que consome este tipo de comida é mais informado e disposto a pagar mais por um produto especial - este livro traz 50 opções variadas de doces para todos os gostos e ocasiões.

A autora, Katia Cardoso, foi editora na Revista Cláudia Cozinha, ao lado da Bettina Orrico, que também escreveu o prefácio. Mesmo que você não seja vegano ou vegetariano, este livro é extremamente interessante! Recheado de fotos lindas, as receitas são uma boa fonte de inspiração para qualquer empreendedor que deseje surpreender e encantar seus clientes. Recomendo!

50 doces veganos - delícias práticas e fáceis para todos os dias
Katia Cardoso
Editora Alaúde - 2015

Preços entre R$ 15,00 na Livraria Cultura, R$ 16,60 no Amazon, R$ 17,90 na Saraiva. Faça uma simulação de preços para comparar o custo do frete se você for comprar pela internet. Às vezes compensa pagar mais no livro e menos no frete, principalmente se você estiver fora de São Paulo.


As novidades da Galvanotek você confere sempre em primeira mão aqui na Cozinha do Quintal.

Este post é um publieditorial de interesse do empreendedor de alimentação.
A Cozinha do Quintal usa e recomenda as embalagens Galvanotek.



Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. Desde 2009 ajudando o empreendedor de alimentação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Verifique se a sua dúvida já foi respondida nos comentários anteriores. Se preferir, mande um email pra mim no paulamellomorgana@hotmail.com
Comentários mal educados, preconceituosos ou com propaganda são excluídos. Encontrou um erro ou informação faltando? Me avisa? Obrigada!! beijossssssss



Subir