Beringela assada à moda árabe com Galvanotek

em 25 de fevereiro de 2019

Deliciosa receita árabe de beringela ao forno com sugestão de embalagens Galvanotek para a sua rotisseria na Cozinha do Quintal


A beringela é uma das muitas contribuições do mundo árabe para a gastronomia. Como boa descendente, aqui em casa no mínimo uma vez por semana eu faço alguma versão, pois além de saudável, a beringela é deliciosa e eu adoro.



Das arábias a beringela se espalhou por todo o mundo. Na Itália, onde eu também tenho um pé, a famosa beringela caponata é muito fácil de fazer e deliciosa, refogada em molho de tomate com alcaparras, vinagre, açúcar, cebola, azeitonas pretas e ainda pode ainda levar atum, uvas-passas, cogumelos e pinoles. A versão napolitana é bem mais simples, apenas a beringela com pimentão, cebola e azeitonas.


Beringela Caponata alla siciliana na Cozinha do Quintal



Confira a minha versão de Beringela Caponata alla Siciliana



Lasanha de Beringela na Cozinha do Quintal


Confira a minha Lasanha de Beringela


Claro que qualquer receita de beringela fica boa, pois é um legume extremamente versátil! Nas rotisserias mais finas esta receita que eu vou te ensinar hoje está na faixa de 50 a 70 reais o quilo, ou seja, dá um bom lucro ao empreendedor. Vamos à receita?


Beringela assada à moda árabe


1 kg. de beringela
500g de pimentões variados (usei 1 verde, 1 amarelo e 1 vermelho, grandes)
100g de cebola picada em cubos
10 dentes de alho com casca
2 colheres de sopa de zatar (tempero árabe)
100 ml de azeite de boa qualidade
100 ml de óleo de girassol
sal a gosto

Opcional: azeitonas verdes ou pretas picadas


Beringela assada à moda árabe na Cozinha do Quintal

Modo de Fazer

Lave bem as beringelas e seque com papel toalha. Corte em cubos e coloque em uma assadeira de alumínio grande.

Limpe os pimentões, retirando as sementes e a parte branca de dentro, pique e coloque na assadeira.

Pique a cebola em cubos e coloque na assadeira junto com os dentes de alho inteiros.

Misture o zatar com o azeite e o óleo e deixe descansar por 5 minutos, misture novamente e regue os legumes.

Leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por mais ou menos 1 hora, revirando a cada 20-25 minutos. Se necessário, regue com mais azeite. Não é necessário cobrir com papel alumínio.

Veja que beleza que fica antes de ir ao forno! Usei também algumas cebolas pequenas, que foram inteiras para a assadeira.

Beringela assada à moda árabe na Cozinha do Quintal


Depois de assado, fica assim: as cebolas ficam transparentes, macias e deliciosas. O alho inteiro está cremoso por dentro e os pimentões assados ficam incríveis.


Beringela assada à moda árabe na Cozinha do Quintal

O zatar, ou za'atar no original, é na verdade um tipo de tomilho que é típico do oriente médio, um pouco diferente do tomilho que costumamos utilizar. A mistura do mesmo nome é uma combinação de temperos secos, que dão um sabor único a qualquer prato, podendo ser usado em carnes de todos os tipos e em legumes, ou ainda sozinho em pães. Até para temperar uma saladinha fica show.

Você encontra o zatar em casas de produtos árabes e em grandes supermercados. Se na sua cidade não tem nada parecido, prepare a sua versão:

Zatar - tempero árabe


4 colheres de sopa de tomilho seco
4 colheres de sopa de manjerona seca
4 colheres de sopa de orégano seco
1 colher de sopa de cominho
2 colheres de sopa de gergelim tostado
Opcional:
1 colher de sopa de sumac
Especiaria árabe de cor vermelha, também conhecido como sumagre ou sumak, pode ser substituído por páprica.

Misture todos os ingredientes e guarde em pote fechado em local fresco. Quando for usar, misture com azeite e deixe descansar por alguns minutos.

O gergelim deve ser tostado, pode ser o branco ou o preto. Eu não tinha aqui em casa, por isso não utilizei. Além das sementes, você vai encontrar molhos prontos à base de gergelim nos empórios e até em supermercados, como o Gergeline, da Istambul. Tem também o tahine (fale taRRine), uma pasta de gergelim que é deliciosa e que eu já ensinei a preparar aqui:




Almoço com inspiração árabe


A páprica é a doce, não é a picante. Claro que se você for a uma casa árabe, vai encontrar o sumac e é preferível usá-lo, pois o sabor é diferente, especial. Vale a pena! É ele que dá o toque desta receita, mas é claro que em termos de custo-benefício, compensa comprar o zatar pronto. Veja abaixo algumas versões destes produtos árabes.





Eu gosto de comprar o zattar pronto, da Zeenny, aqui em São Paulo no empório sírio da Rua Comendador Abdo Schain, ou na Rua da Cantareira, dentro do Mercado Municipal. A embalagem com 250g sai mais ou menos por 30 reais e a de 500g em torno de 58 reais. Tem a granel também, mas como não costumo comprar não sei dizer o valor.

Embalagens Galvanotek para o seu serviço de alimentação


Para vender, hoje eu trago duas opções de embalagens. A primeira é o último lançamento da Galvanotek, a G 240 da Linha Forno, que já apareceu aqui no blog com panquecas. Ela vai do freezer ao microondas e ao forno convencional e é uma ótima opção se o seu cliente desejar aquecer o prato em casa.


Beringela à moda árabe na G 240 da Galvanotek


Beringela à moda árabe na G 240 da Galvanotek


Esta embalagem é maravilhosa. A tampa é super transparente e fecha bem, com travas e ainda tem uma área bem grande onde você pode colocar a sua etiqueta, informando os ingredientes, data de fabricação e validade (3 dias na geladeira, 30 dias congelada) e ainda, para dar ainda mais segurança para o seu cliente, você pode colocar um pequeno texto com as instruções para aquecimento, no forno convencional ou no microondas.

Se você precisa de uma opção charmosa e mais barata, e claro, se o seu cliente não vai aquecer a beringela, a minha sugestão é a G 796, da Linha Potes, que eu mostrei no post do Natal.

Beringela à moda árabe na G 796 da Galvanotek

Esta embalagem é prática, muito transparente, o seu produto fica lindo nela e isso é importantíssimo! Lembra que a gente come primeiro com os olhos!

Beringela à moda árabe na G 796 da Galvanotek

Beringela à moda árabe na G 796 da Galvanotek

Fabricada em PET, a G 796 da Galvanotek não vai ao freezer e nem ao microondas ou forno convencional, ok? Ela é uma embalagem para alimentos frios, pode ser mantida na geladeira mas não pode ser aquecida. Apenas para transporte.

Beringela à moda árabe na G 796 da Galvanotek

A tampa também tem travas que garantem que o seu produto não vai vazar. O formato é lindo e o acabamento da embalagem é ótimo, não tem rebarbas, nem manchas. Valorização total do seu produto com ótimo custo-benefício.

Só para te dar uma idéia do tamanho, olha as duas juntas:

Beringela à moda árabe nas embalagens Galvanotek


Como eu sempre digo, é o empreendedor que deve decidir qual é a embalagem ideal para o seu produto, de acordo com as suas características. Deve levar em conta a qualidade em primeiro lugar, o custo, a praticidade e a beleza, e com a Galvanotek você sempre encontrará aquela ideal para o que precisa.

Para servir esta delícia, eu fiz também um quibe assado, tem receita dele passo a passo no blog, confere:



Quibe de bandeja passo a passo


Olha o meu pratinho, que simpático!!


Beringela assada à moda árabe e quibe assado na Cozinha do Quintal


Aproveite esta receita e inclua no seu cardápio. Além de encantar a clientela, o forno trabalha para você! O custo dela também é bem convidativo! Faça uma ficha técnica assim:

Ingredientes - Quantidade comprada - Valor pago - Quantidade usada - Valor na receita
Beringela -           1kg                            5,00                  1kg                          5,00
Pimentão -           1kg                            4,50                  1kg                          4,50
Cebola -               1kg                            4,00                  500g                        2,00
Alho -                  1kg                          39,00                    50g                         1,95
Zatar -                 250g                        30,00                    40g                         4,80
Azeite -               1 litro                      20,00                  100 ml                       2,00
Óleo -                 900 ml                       3,00                  100 ml                       0,45
Sal -                    1kg                            3,00                     40g                         0,12

Somando tudo = 20,82
Divida pelo rendimento (3 kg) = 6,94


Além dos ingredientes, você vai ter que somar os valores das embalagens e o custo do gás. Já ensinei aqui no blog como se calcula o gás. O rendimento da receita, desse jeito que eu fiz, é de 3 quilos. Portanto, 1 quilo (só ingredientes) = R$ 6,94. Supondo e chutando que você gaste mais 10 reais nas outras coisas, o seu custo por quilo ficaria em 17 reais mais ou menos, para vender entre 50 a 70, o que é um lucro muito bom!

Valores que eu paguei semana passada (15/02/2019)  no Ceagesp (legumes, alho e cebola). 
O zattar custa em média 30 reais o pote com 250g mas vai pouco na receita, apenas 40g.

Faça e depois me conta!

Confira todas as embalagens no site e nas redes sociais da Galvanotek e encontre a ideal para o seu negócio.








E, por último, deixo para vocês um pensamento... prá pensar na cama rsrs


Provérbio árabe para combinar com a beringela à moda árabe na Cozinha do Quintal =)



Este post é um publieditorial de interesse do empreendedor de alimentação.
A Cozinha do Quintal usa e recomenda as embalagens Galvanotek.  
Todos os direitos reservados. Não utilize as imagens do blog. Plágio é crime!


Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. Não use minhas imagens sem autorização. Plágio é Crime! 2009-2018


Um comentário:

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Verifique se a sua dúvida já foi respondida nos comentários anteriores. Se preferir, mande um email pra mim no paulamellomorgana@hotmail.com
Comentários mal educados, preconceituosos ou com propaganda são excluídos. Encontrou um erro ou informação faltando? Me avisa? Obrigada!! beijossssssss



Subir