Inspiração na Cozinha: Luciana D'Agosto e os Doces da Lu

Como eu havia prometido, aqui está a entrevista que a Lu me concedeu. O passo a passo do bolo sai amanhã, senão fica muita coisa para ler...

Leia, visite o blog e conheça o trabalho caprichado da Lu, uma fonte de inspiração para todas nós.


Paula -  Há quanto tempo vc trabalha fazendo doces?
Lu - Trabalho com doces há 3 anos, idade da minha filha

Paula - Fale um pouquinho para nós como foi o seu começo... Qual era a sua expectativa? Quais as dúvidas que vc teve?
 Lu - Sempre fiz doces para a família. Todas as festinhas sempre tinham os doces da Lu. Fazer doces sempre foi um prazer e uma terapia.

Comecei a vender doces assim que minha filha nasceu.


Como eu não tinha ninguém que pudesse ficar com ela enquanto eu trabalhava, pedi demissão. Foi uma decisão muito difícil mas eu sabia que era o melhor para ela e para mim também.


Como não posso parar de trabalhar, logo pensei em fazer e vender doces. Trabalho em casa, tenho retorno financeiro e fico com a família.


Não criei uma grande expectativa porque sabia que seria um caminho bem difícil. Doces não dão retorno imediato.


É preciso investir em cursos, material, entender um pouco de finanças, conquistar clientes. Logo no começo eu praticamente pagava para vender doces. Meu lucro era muito baixo pois eu investia muito e tinha pouquíssimo retorno.


Paula -  Conte um pouco das dificuldades iniciais que vc enfrentou. Houve problemas com a rotina familiar? Sua família apoiou o seu projeto? Como vc conseguiu organizar a sua vida para esse novo trabalho?

Lu - A maior dificuldade foi a falta daquele salário gordão que eu tinha no meu emprego. A partir do momento que decidi trabalhar em casa, abri mão de plano de saúde, férias, 13 salário, bônus, gratificações. Como disse anteriormente, abrir mão de tudo isso não é fácil!
 

Meu marido e meus filhos (além da garotinha de 3 anos, tenho um garotão de 14) sempre me apoiaram e acreditaram na minha capacidade. Eu não seria nada sem o apoio incondicional deles.
 

Claro que a rotina da casa mudou muito!
 

Passo muitas noites na cozinha, trabalho nos finais de semana e feriados, o marido faz muitas entregas, meu filho faz modelagens e me ajuda muito com os doces. Até a pequena já está ajudando: ela já é expert em abrir forminhas!
 

No começo, a rotina da minha casa virou um caos! Mas, logo as coisas entraram nos eixos e todos se adaptaram ao novo estilo de vida da mamãe.

Paula - Por onde vc começou? (fazendo cursos, com a cara e a coragem...)

Lu - Comecei com a cara e a coragem mesmo!
 

Apesar de saber fazer doces e bolos, eu não conhecia o mercado, não sabia onde comprar material, embalagens, nada!
 

Aos poucos fui conhecendo o mercado, aprendendo com os erros, fazendo cursos para aprender novas técnicas.
 

Conheci muitas pessoas da área, muita gente que faz doces como eu.
 

Faço parte do grupo de Doceiras Twitteiras (www.doceirastwitteiras.blogspot.com) e a troca de experiências e dicas me ajudam todos os dias. Hoje sou uma profissional muito melhor graças as minhas amigas doceiras.

Paula - Como vc divulga o seu trabalho hoje?
Lu - A Internet é minha única fonte de divulgação.
 

Tenho blog, estou no twitter, no facebook e linkedin.

Redes sociais são ferramentas poderosas de divulgação.
 

Meu blog tem, em média, 350 acessos por dia vindos do mundo inteiro. Meu trabalho é conhecido até no Japão! Isso só é possível graças a internet.
 

Hoje também sou muito indicada por clientes, amigos e parceiros. Quem gosta do trabalho indica para, pelo menos, 5 pessoas.
 

Por isso é muito importante trabalhar com produtos de excelente qualidade, capricho, muita honestidade e compromisso. Esse é o segredo para a fidelização dos clientes.

Paula -  Vc diria que ganha o suficiente? Poderia nos dar uma idéia do quanto vc vende por mês (em unidades)? Não precisa falar em valores, se não quiser.
Lu - Hoje ganho bem. Depois de 3 anos batalhando, consegui ganhar o mesmo salário que ganhava anteriormente.
 

Geralmente, tenho encomendas de doces e bolos todos os finais de semana.
 

Mas, quem trabalha nessa área precisa estar ciente de que existem meses bem fracos. Período de férias escolares e carnaval são terríveis. Em compensação, Páscoa e Natal são maravilhosos!
 

Por isso é necessário guardar um dinheiro para se garantir nos meses mais fracos.

Paula -  De onde vem a inspiração para o seu trabalho? Vc usa revistas, livros, internet, que mais?

A maior inspiração vem do coração. Fazer doces é um ato de amor. Se você não amar seu trabalho você não será capaz de se dedicar, de criar e inovar.
 

Claro que acompanho o trabalho das minhas amigas e leio revistas. Isso ajuda a acompanhar as tendências.
Mas nada é copiado e sempre aviso as clientes sobre isso.
 

Meu trabalho é único porque o processo de inspiração e criação é individual e cheio de sentimento.

Paaula - Entre tudo o que vc faz, qual é o seu carro chefe, o que vende mais, o que as pessoas mais gostam?
Lu - Os docinhos são o meu carro chefe, sendo que o brigadeiro é o mais vendido.


Paula -  Em algum momento vc se arrependeu de ter trocado de profissão para se dedicar aos doces?
Lu - Não, nunca me arrependi. Hoje sou mais feliz do que nunca!


Paula -  Qual seria a maior dica que vc daria para as nossas leitoras que estão começando?

Lu - Amor. Doces exigem muita paciência, cuidado e dedicação. Doces precisam ser amados.
Seja humilde. Aprenda a ouvir críticas e aceite sugestões.
Seja honesto com você, com os seus clientes e, principalmente, com seus concorrentes. O mercado é muito grande e tem espaço pra todo mundo. Por isso, jogue limpo!
Faça parcerias. Procure profissionais que possam te ajudar e ofereça seu trabalho para eles. Uma mão lava a outra!
Seja persistente! Todo início é muito difícil. Não desista!

2 comentários:

  1. Olha que legal!
    Adorei ter concedido essa entrevista.
    Espero ter ajudado

    ResponderExcluir
  2. Era tudo oq eu precisava ler para inspirar mais ainda para minha vida.

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.