Nova sanduicheira Galvanotek com lacre + 5 receitas para vender

em 25 de janeiro de 2019

Nova sanduicheira Galvanotek com lacre na Cozinha do Quintal


Hoje eu quero mostrar para vocês mais uma novidade da Galvanotek: a embalagem para sanduíches, que agora tem lacre! É a G 565 da Linha Doces e Salgados.

Ela é perfeita para lanches naturais, é prática para usar, protege o seu produto, tem espaço para a sua etiqueta e o lacre garante que somente o seu cliente vai abrir na hora de degustar.

Aqui no blog eu já tinha mostrado uma outra opção de embalagem, a G 545, quem sabe não interessa prá você? Dá uma olhada:


Lançamento Galvanotek G 545 para sanduíches ou petiscos


Embalagem Galvanotek G 545 para sanduíches ou petiscos na Cozinha do Quintal

O lacre garante segurança e proteção para o seu sanduíche!

Nova sanduicheira Galvanotek com lacre na Cozinha do Quintal

Nova sanduicheira Galvanotek com lacre na Cozinha do Quintal


Uma das maiores tendências da alimentação para este ano, reforçando o que já vem ocorrendo, é focada em produtos naturais: sem conservantes, frescos, e isso não quer dizer necessariamente apenas produtos integrais e naturebas. Existem muitas opções de sabores para o segmento de sanduíches, que tem bom mercado e exige baixo investimento, sendo ideal para os empreendedores iniciantes.

Nova sanduicheira Galvanotek com lacre na Cozinha do Quintal

Receitas diferentes de sanduíches para você fazer, vender e faturar!


Sanduíche Copacabana - receita da Sadia
Rendimento: 8 lanches

2 cenouras grandes raladas
2 embalagens de cream cheese ou 1 copo de requeijão cremoso
1 colher de sopa de azeite de oliva
16 fatias de pão de forma integral
32 fatias de peito de peru defumado, peito de frango defumado ou outro frio de sua preferência
8 folhas de alface
sal a gosto

Numa vasilha coloque a cenoura, o cream cheese, o azeite, o sal e misture muito bem.
Passe o creme sobre 8 fatias de pão. Por cima coloque 4 fatias de peito de peru e a alface. Feche o lanche com as outras fatias de pão.



Sanduíche Especial de Camarão com Hondashi - receita da Ajinomoto
Rendimento:  8 lanches

2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola pequena ralada
500g de camarão sete-barbas limpo
1 sachê de Hondashi
3 colheres de sopa de extrato de tomate
1 copo de requeijão cremoso
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 xícara de leite
1 pacote de pão de forma sem casca ou outro de sua preferência
1/2 xícara de maionese
1/2 xícara de salsinha picada

Em uma panela grande, coloque o azeite e refogue a cebola até ficar transparente. Acrescente o camarão e continue refogando, até cozinhar bem e secar o líquido que se forma. O camarão muda de cor e fica firme quando cozido corretamente.
Adicione o Hondashi, o extrato de tomate, o requeijão e a farinha de trigo dissolvida no leite.
Mexa bem até ficar homogêneo.
Por último, adicione a salsinha, misture e retire do fogo.

Passe a maionese em cada fatia de pão e disponha o camarão refogado. Se desejar utilizar alface no lanche, aguarde o refogado de camarão esfriar para utilizar.


Nova sanduicheira Galvanotek com lacre na Cozinha do Quintal

Com baixíssimo custo, a embalagem para sanduíche da Galvanotek é a indicação perfeita para quem precisa de economia com qualidade. A caixa vem com 100 unidades.

Nova sanduicheira Galvanotek com lacre na Cozinha do Quintal

Minhas receitas favoritas de sanduíches para vender muito!

Sanduíche de peito de frango defumado, que delícia! Para faturar muito!! Na Cozinha do Quintal.


Sanduíche de peito de frango defumado e cheddar no pão 7 grãos


200g de peito de frango defumado fatiado
200g de queijo cheddar fatiado
2 cenouras raladas
2 copos de requeijão cremoso
1/2 xícara de salsinha picada
1 pé de alface cortado em tirinhas finas

Montagem:

Separe metade das fatias de pão, passe uma camada de requeijão em cada uma. Coloque um pouco de alface e de cenoura. A seguir, ajeite 2 fatias de peito de frango e 2 fatias de cheddar. Disponha mais cenoura e mais alface. Passe requeijão nas demais fatias e feche os lanches.

Sanduíche de atum e milho no pão de milho! Maravilhoso <3

Sanduíche de atum e milho no pão de milho


2 latas de atum escorrido
1 lata de milho em conserva escorrido
2 cenouras raladas
1 copo de requeijão cremoso
1 copo de maionese (use o copo do requeijão como medida)
1/2 xícara de salsinha picada
1/2 pé de alface em tirinhas

Montagem:

Misture a alface e a cenoura e reserve. Misture separadamente o atum com o milho e a salsinha. A seguir, misture em uma outra vasilha o requeijão com a maionese. Passe essa mistura nas fatias de pão, disponha a alface e a cenoura e a seguir o atum misturado com o milho. Passe o requeijão nas outras fatias de pão e feche os lanches.


Sanduíche de atum e milho no pão de milho! Para vender muito e lucrar!

Esse sanduíche de atum e milho é o meu preferido, com certeza! Agora, olha isso se não é de encher a boca d'água!!

Sanduíche de salame e queijo prato no pão de forma sem casca. Delícia fácil de fazer e fácil de vender.

Sanduíche de salame e queijo prato no pão de forma sem casca.


Sanduíche de salame e queijo prato no pão de forma sem casca


300g de salame tipo hamburguês fatiado bem fino
300g de queijo prato fatiado
1 copo de requeijão cremoso
1 copo de maionese (utilize o copo do requeijão como medida)
1/2 xícara de azeitonas verdes picadas
1/2 xícara de salsinha picada
1 pé de alface em tirinhas

Montagem:

Separe metade das fatias de pão e espalhe metade do requeijão sobre elas. Distribua o salame e o queijo. A seguir, a alface. Passe o creme de requeijão nas fatias restantes e feche os lanches.

Todas as receitas são suficientes para uma embalagem de pão normal, o que vai resultar em 8 sanduíches. 

Nova sanduicheira Galvanotek com Lacre na Cozinha do Quintal


Confira todas as embalagens no site e nas redes sociais da Galvanotek e encontre a ideal para o seu negócio.











Este post é um publieditorial de interesse do empreendedor de alimentação.
A Cozinha do Quintal usa e recomenda as embalagens Galvanotek.  
Todos os direitos reservados. Não utilize as imagens do blog. Plágio é crime!


Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. Não use minhas imagens sem autorização. Plágio é Crime! 2009-2018


Doce Natal Galvanotek

em 20 de dezembro de 2018

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

O Natal já é na semana que vem! Nossa, como o tempo passa rápido, parece que foi outro dia que mostrei as embalagens para panetone que você pode conferir depois:



Faça e Venda Panetone com sugestão de embalagem Galvanotek




Esta foi também a última semana de aulas dos meus filhos e aproveitei para preparar alguns mimos para as meninas da secretaria do colégio: mini-panetones e caseirinhos de limão. Para acomodar essas delícias, usei as duas novas embalagens da Galvanotek que possuem um botão exclusivo para fechar melhor ainda.

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

A GA 20CT é uma embalagem com tampa articulada, nela eu coloquei 6 mini-panetones e ficaram protegidos além de lindos.

Essa embalagem faz parte da Linha Doces e Salgados, tem 24 cm por 16,5 cm por 10 cm de altura, ela é grande, transparente e repare no botão de fechamento bem no meio. Ele é perfeito porque segura as abas da embalagem.

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Panetone simples


1 kg de farinha de trigo
20 colheres de sopa de açúcar
600 ml de água
4 colheres de sopa de leite em pó
4 gemas
2 colheres de sopa de essência de panetone
2 colheres de sopa de essência de baunilha
1 envelope de fermento biológico seco
60g de banha de porco

Misture bem e trabalhe a massa até incorporar todos os ingredientes acima. Forme uma bola de deixe descansar por 30 minutos, coberto com um pano de prato.

A seguir, adicione 350g de frutas cristalizadas e se desejar, uvas passas (em torno de 100g). Trabalhe a massa apenas o suficiente para que as frutas fiquem bem distribuídas. Deixe crescer novamente por 1 hora.

Passado este tempo, porcione e coloque nas formas, leve para assar em forno pré-aquecido a 180 graus por aproximadamente 15 minutos (para os mini-panetones).

Retire do forno e deixe esfriar completamente sobre uma grade antes de embalar. Se desejar, coloque uma cobertura de açúcar sobre os panetones, ou ganache, ou uma calda doce, etc.


Para os meus biscoitos, que eu chamo de Caseirinhos, usei a embalagem GA 10CT, da mesma família (Linha Doces e Salgados).

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal


Caseirinhos de Limão


1 xícara de manteiga gelada
1 xícara de açúcar
2 1/2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de raspas de laranja
1 colher de sopa de baunilha
1 colher de sopa de suco coado de limão ou laranja

Amassar até ligar bem, sem sovar. Forme as bolachinhas fazendo bolinhas e achate com um garfo. Forma levemente untada com óleo. Salpique açúcar cristal e asse a 180 graus até dourar as bordas, mais ou menos 12 minutos.



Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal


Além destas duas novidades, eu queria te mostrar novamente duas embalagens que já apareceram aqui no blog com saladas, relembre:



Opções para Salada no Pote



A mais alta é a G 796, com capacidade para 500 ml. Ela é ótima para musses, doces em calda, pavês, salgados e o que mais você quiser colocar. Ela tem 17 cm por 13 cm por 7,8 cm de altura.

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

A mais baixinha é a G 795, com capacidade para 250 ml. Ela tem 17 cm por 13 cm por 5,6 cm de altura.

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Nelas eu acomodei os doces em calda que ganhei do meu irmão que mora no Sul de Minas, lá eles fazem esses doces maravilhosos, estavam tão fresquinhos que não sobrou nada aqui em casa. Doce de pêssegos em calda e doce de figos em calda...

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal


Se você gosta deste tipo de doce (e existe um mercado imenso para eles) e de doces tradicionais, feitos como antigamente, recomendo o livro da poetisa Cora Coralina, Doceira e Poeta, o livro é lindo e tem receitas incríveis para vender.

São receitas antigas que foram atualizadas, nas medidas e nos modos de fazer, para que as pessoas de hoje em dia possam realizar aquelas receitas que a Cora fazia para sustento da família. Sim, antes de sair para o mundo da poesia, já bem idosa, essa mulher forte e carismática também foi uma empreendedora!


Cora Coralina, doceira e poeta na Cozinha do Quintal

Cora Coralina, doceira e poeta na Cozinha do Quintal

Cora Coralina, doceira e poeta na Cozinha do Quintal

No site da Amazon a descrição do livro diz: "a Global Editora, com a anuência de Vicência Brêtas Tahan, filha da poeta, está lançando Cora Coralina Doceira e Poeta. Uma obra planejada não só como um livro de receitas, mas também em comemoração aos 120 anos de nascimento da poeta e em homenagem a essa mulher aguerrida, que sempre esteve à frente de seu tempo. Enquanto decidiam quais receitas integrariam o livro – escolhidas a dedo em cadernos amarelecidos pelo tempo –, a equipe percebeu que, mesmo tendo vivido mais de quarenta anos no estado de São Paulo, as receitas tinham uma profunda relação com os costumes goianos, em especial com a cidade de Villa Boa de Goyaz, terra natal de Cora Coralina. Com isso, os organizadores viajaram para Goiás com o objetivo de captar momentos reveladores dessa relação e tornar visíveis para os leitores as circunstâncias da vida da poeta."

É uma ótima sugestão de presente de Natal que todo cozinheiro vai amar ter e que também não pode faltar na sua estante!

Meus doces, feitos com todo o amor, como os seus, ficaram lindos e protegidos! Com umas fitinhas e uma etiqueta charmosa, saíram para serem entregues e geraram muitos sorrisos, afinal, quem não gosta de ganhar um mimo de comer?

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal

Termino este post desejando a você, meu querido leitor e leitora, que o seu final de ano seja repleto, cheio mesmo, mas lotado, lotadaço de AMOR e PAZ...

Que haja FAMÍLIA, perdão, conforto, carinho e comida!

Que o seu e o meu ano novo venha com ESPERANÇA em dias melhores, com fartura, saúde, TRABALHO e PROSPERIDADE!

ASSIM SEJA para todos nós!!

E deixa eu falar um pouco desse cantinho da minha casa! A orquídea atrás do meu Buda Amado é antiga, dá flor todo ano e amo! O quadrinho japonês diz AMOR, que é para não esquecer que ele deve estar presente em nossa vida todos os dias! A caixa de madeira era do avô da minha mãe, tão rústica, tão antiga, adoro!! E para envolver tudo na melhor vibe possível, quartzo rosa, a pedra do amor =) A bola de barbante eu fiz porque aprendi no Pinterest rsrs

Embalagens para doces da Galvanotek na Cozinha do Quintal



Confira todas as embalagens no site e nas redes sociais da Galvanotek e encontre a ideal para o seu negócio.











Este post é um publieditorial. A Cozinha do Quintal usa e recomenda as embalagens Galvanotek.

Todos os direitos reservados. Não utilize as imagens do blog. Plágio é crime!


Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. Não use minhas imagens sem autorização. Plágio é Crime! 2009-2018


Inspirações para uma loja de comidas: balcões rústicos

em 11 de dezembro de 2018




Uma das maiores dificuldades em começar um negócio, uma loja aberta, com certeza é a decoração, o mobiliário necessário, porque isso custa caro e o empreendedor normalmente já começa com o orçamento apertado.

Hoje eu quero te mostrar algumas opções bacanas para o elemento principal da sua loja de comida: o balcão de atendimento.

Se o lugar onde a sua loja está é seu, você pode optar por construir balcões de alvenaria, com acabamentos em pisos ou azulejos. Se o local é alugado, meu conselho é utilizar balcões de madeira que você possa levar caso precise trocar de endereço.

Tudo vai depender o estilo, da cara da sua loja, claro! Vamos ver algumas idéias e comentar sobre elas.


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Na foto acima e na foto abaixo, dois ângulos da mesma loja (uma cafeteria). Repare que o espaço é estreito e comprido, isso não foi obstáculo para se criar uma decoração bonita, leve e moderna.

Madeira clara e simplicidade nas paredes, sem cores berrantes, deixando o colorido para o chão. Um ambiente agradável e simpático. Esses pisos de cimento queimado com jeito antigo não são caros. Eles podem ser encontrados em pontas de estoque das lojas de material de construção e o mais legal é que não precisam ser todos iguais, quanto mais misturados e diferentes mais interessante fica a composição.

As peças do chão poderiam estar no balcão também, se ele fosse de alvenaria. Repare nas luminárias pedentes do teto, são o elemento colorido de verdade do ambiente.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Este balcão é de alvenaria, forrado com azulejos em preto e branco, que são as cores básicas desta decoração. O uso da madeira clara contrasta e dá leveza. Repare nas luminárias pedentes, são bem simples.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Para quem não abre mão da cor, uma idéia boa é decorar o balcão com uma pintura colorida, feita à mão, repare nos outros elementos: as luminárias e o tampo são pretos, vasos também e apenas um único toque de laranja no vaso maior.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Abaixo você confere um balcão que imita pallet e que foi muito bem feito. Ficou prático e sofisticado com o vidro em cima. Embora seja uma loja de roupas, eu achei que a inspiração vale para uma loja de comidas também.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

E vai que de repente você tem peças de madeira antigas, como portas de casa ou portas de armários... Uma reciclada e elas podem ficar charmosas, todas juntas formando o seu balcão.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Aqui embaixo tem uma combinação interessante entre um balcão rústico feito com madeiras reaproveitadas e um lustre mais cheio de detalhes.


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Olha o próximo exemplo abaixo que lindeza. Madeira clara, de qualidade (o pinho por exemplo fica na faixa de 20 reais uma tábua aparelhada de 2 metros e meio e com 30 cm de largura) pela pesquisa que eu fiz para São Paulo. Talvez na sua região você encontre outros tipos de madeira mais em conta.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Se a sofisticação faz a sua cabeça e você tem um bom marceneiro, pode pensar em um móvel mais elaborado, como este abaixo. Ele é mostrado com passo a passo da construção (em inglês) aqui.


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

É muito bonito, mas fico pensando no custo,  porque um móvel desses tem muito trabalho. Acredito que é possível simplificar e economizar. Veja o exemplo abaixo:


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

A construção do móvel deve ser bem planejada e sólida para suportar as máquinas que vão em cima dele, itens de decoração, um computador, por exemplo e mais todo mundo que vai se apoiar. No youtube tem milhares de vídeos mostrando como fazer. Basicamente, é uma mesa (4 pés e um tampo) que é fechada em três lados.

A melhor dica que eu posso te dar agora é: visite as lojas de materiais de construção. Muitas delas têm outlets, com lotes de pisos de madeira (tipo carpete de madeira) que são ótimas opções para construir um bom balcão desde que a estrutura seja firme e bem feita. Além dos pisos de madeira você vai encontrar lotes pequenos de pisos para o chão com preços bem mais convidativos!

Aqui em casa por exemplo, fizemos uma mesa para a varanda usando uma porta como tampo. Ela é uma porta simples, básica, encabeçada mas sem os furos para fechadura. A estrutura meu marido fez com pontaletes de peroba, mesmo material dos pés. Tudo bem parafusado e preso, a porta em cima.


A mesa foi feita quando me mudei para esta casa há 14 anos. E por estes dias mais calmos marido está consertando janelas, pintando coisas, a nossa varanda também é oficina, por isso abstrai a bagunça e foca na mesa, ok? Os bancos também foram feitos por ele, com tábuas de pinho.

Mesa rústica da Paula Mello da Cozinha do Quintal =)


Uma mesa simples assim é uma mão na roda em casa e pode, inclusive, ser um ótimo apoio na sua loja.


Mesa rústica da Paula Mello da Cozinha do Quintal =)

A madeira já está rachando, pois como eu disse, é uma mesa velha. Para segurar bem a estrutura, o quadro onde é sobreposto o tampo, é preciso usar parafusos grandes próprios para madeira, com porca e contra-porca além das arruelas.


Mesa rústica da Paula Mello da Cozinha do Quintal =)

É o espaço da casa que o Kira (o gato) mais gosta rsrs


Mesa rústica da Paula Mello da Cozinha do Quintal =)

Um móvel muito simples e muito barato.

Mesa rústica da Paula Mello da Cozinha do Quintal =)

E quem sabe se você se anima e começa a produzir os móveis todos que vai precisar? Em termos de equipamento, o mais necessário é ter uma boa furadeira, pois a maioria das lojas já fornece madeiras em pranchas cortadas nas medidas necessárias.

Faça os seus desenhos, garimpe as inspirações pela web (como o site da Ana White que eu já recomendei e o site Marcenaria Fácil que tem vários projetos e dicas bacanas para quem vai começar), compre uma leva de madeira e mãos à obra, além de economizar, você vai descobrir uma nova forma de lazer =)

Dá trabalho sim, mas compensa, tanto pela economia, quanto pelo prazer de ter uma peça sua prontinha, linda e útil para o seu negócio.


Idéias de luminárias com estilo industrial que combinam com balcões rústicos


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Essenciais para compor a decoração e também iluminar, os pendentes industriais e retrôs estão na moda e não são caros. Inclusive alguns modelos você mesmo pode fazer, comprando os componentes em lojas de material elétrico. As lâmpadas com filamentos aparentes são charmosas e permitem infinitas combinações.


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.
Agora atenção: se você nunca trocou uma tomada na vida, procure ajuda especializada para as luminárias, ok? Um bom eletricista ou mesmo em algumas lojas eles montam tudo para você.

Ninguém merece tomar choque ou pior, uma coisa dessas mal feita pode até causar um incêndio na sua loja.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.
As luminárias tipo "fábrica" são bem baratas, são encontradas em muitas cores e tamanhos. A branca que eu mostro abaixo é uma versão bem mais sofisticada!


Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Gostou? Então aproveite e junte-se aos 9.400 amigos que me seguem na pasta "Inspirações para uma loja de comidas"! É só clicar na imagem abaixo. Espero você =)


Inspirações para uma loja de comidas na Cozinha do Quintal


Só pra terminar, uma das grandes tendências hoje em dia em decoração comercial é usar e abusar das plantas, o que deixa os ambientes convidativos, leves e agradáveis. Pense nisso, pois é uma maneira bem barata de conseguir um bom efeito visual para a sua loja.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.

Inspirações para uma loja de comida com balcões rústicos e luminárias lindas, na Cozinha do Quintal.


Ah antes de encher a sua loja com plantas, veja as dicas da Carol Costa sobre 4 plantas para enfeitar lojas e restaurantes e consulte sempre a legislação da sua cidade para saber se é permitido (tem um bom artigo aqui sobre a Legislação Sanitária que vale a pena ser lido).


Tenho uma série de posts sobre o assunto, veja mais:


Inspirações com parede lousa




Fachadas lindas




Muito branco para iluminar sua loja




Estilo industrial e rústico




Dicas de Visual Merchandising



Foto do rapaz com placa-lousa por LightField Studios na Shutterstock, todos os direitos reservados.
Happy young waiter with chalkboard by LightField Studios on Shutterstock, all rights reserved. 
Todas as demais imagens reprodução Pinterest.


Cozinha do Quintal por Paula Mello. Desde 2009 inspirando os empreendedores de alimentação. Todos os direitos reservados.




Subir