Em 2011...

Gente, o Natal passou, o Ano Novo também já se foi, hoje já é dia 6 de janeiro...

Estamos bem por aqui, marido se recuperando, no mais seguindo a vida.

Tenho recebido muuitos emails das leitoras queridas, espero estar dando bons conselhos rsrsrs!

E fiquei pensando por estes dias, depois de receber o email de uma querida lá de Fortaleza... Porquê é tão difícil começar um negócio???



Eu não sei. As mulheres pastam pra caramba já em casa, desde que começam a "ter tamanho" para ajudar. Isso varia, no meu caso com dez, onze anos eu já "tinha tamanho" para lavar louça, varrer, cuidar de bichos, essas coisas. Depois vc casa e tudo continua, mesmo para quem trabalha fora, sempre sobra para a mulher arrumar, lavar, passar, limpar, cuidar de filho. 

Eu queria saber aonde é que está escrito que se eu trabalho (e trabalho aqui entendido como o remunerado) por que o serviço da casa tem que ser só meu?? 

Porque o serviço da casa não é visto como um trabalho. Não é mesmo. A dona de casa não faz nada, só fica em casa, cuida dos filhos e do marido, ah mas isso... isso não é trabalho. 

E sabe o que eu acho?? A culpa dessa visão distorcida da realidade é das mulheres. É sim, porque somos nós como mães que educamos nossos filhos que amanhã se casarão, e vão repetir esse padrão de conduta novamente. Vão achar normal suas esposas trabalharem fora, afinal, a mulher moderna precisa trabalhar fora, inclusive para o orçamento doméstico não falir, mas vão achar normal também essa mesma mulher lavar, passar e cozinhar, como se nada mais no mundo mostrasse o contrário.

A única saída, educar nossos filhos. Primeiro para que sejam independentes e saibam fazer o serviço doméstico para si mesmos (pois um dia a gente falta, ou um dia eles saem de casa). Depois para que valorizem as tarefas domésticas não como obrigação que a mãe só tem que fazer, mas que todos em casa dividem com alegria para o bem geral.

Parece utopia, sonho maluco, né? Tem nada não, eu sou mulher e sonho sim, enquanto isso, bota a filharada pra catar os brinquedos, ensine a colocar os sapatos no lugar, a roupa suja no lugar da roupa suja, o lixo no lixo, o cachorro pra fora de casa e você vai ver uma pequena transformação dentro da sua casa...

Ah tá, mas como é que eu faço isso? O folgado do meu filho (eu te amo filhinho, mas tu é um folgado!) não mexe a bunda daqui pra lá. Bom, cara amiga, faça o seguinte: use a arma preferida das mulheres - a chantagem - ah você quer aquele brinquedo bacana no seu aniversário semana que vem? Hum hum, só se fizer isso ou aquilo. 

Não tá chegando o aniversário? Fácil.  Corte o videogame. Ou a tv, ou o skate, ou retire o tênis bacana. Chantagem pura e simples. Funciona que é uma beleza, viu?

Tá, pode falar que eu sou meio nazista, mas se vc tem idéias melhores, manda pra cá, porque eu sinceramente, sei não. 

Beijo e tô voltando.

Um comentário:

  1. Assino embaixo, por enquanto só tenho uma menina, mas tenho um marido folgado que só ele, culpa toda da mamãe dele!!!!
    beijos

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.