Quindão de Maracujá da Vó Angelina


A vontade de um quindim bateu e sempre que isso acontece, o maracujá vem junto para combinar. E claro, lembrar da vó da gente é sempre bom, né? Sei que lá de cima ela aprovou a minha "arte" como ela dizia =)


Desta vez feita com dignidade e com todas as instruções seguidas à risca, por que da  outra vez fiz mal feito (veja aqui a primeira aparição deste quindim na Cozinha).


Quem pensa que fazer é muito difícil se engana. Eu também achava que esse tipo de receita tinha que ser feito por uma doceira exímia com anos de prática para ficar bom e sabe? Me enganei redondamente!! Qualquer pessoa que tenha um pouquinho de habilidade na cozinha e um tanto de boa vontade consegue, afinal, eu consegui...


Vamos à receita e os truques:

Quindão de Maracujá da Vó Angelina

2 xícaras de açúcar
3 colheres de sopa de manteiga (usei Amélia)
1 xícara de suco de maracujá (usei fresco)
6 gemas passadas na peneira
2 claras
4 colheres de sopa de maisena
100g côco ralado
1/2 xícara de leite

Modo de fazer:

Hidrate o côco com a meia xícara de leite. Reserve.

Faça a calda de base: ferva o açúcar com 1 xícara de água por 15 minutos. Não fique mexendo. Retire do fogo e acrescente o suco de maracujá e a manteiga e misture bem. Deixe esfriar.

Enquanto isso, prepare a forma. Aqui estou usando uma forma de vidro que ganhei da Cisper (venho falar especificamente dela depois). Unte bem com manteiga e polvilhe com bastante açúcar, retirando apenas o excesso.

Coloque a forma untada dentro de uma assadeira onde possa colocar a água do banho-maria. Dica de vó: coloque um pano de algodão no fundo da assadeira, isso evita que ao ferver a forma fique batendo, o que pode trincar ou mesmo quebrar, e ainda evita que a água respingue dentro do doce. Como a forma usada aqui é bem rasinha, escolhi usar o pano e deu super certo. 


Agora que a calda amornou, bata no liquidificador: gemas com as claras e a maisena. Acrescente a calda em fio e continue batendo. Misture o côco por último, dando apenas uma ou duas pulsadas ou faça como eu e misture à mão mesmo.

Pronto. Agora é só colocar na forma e cobrir com papel alumínio. O meu demorou exatos 40 minutos, mas fique atenta: firmou, está pronto.

Espere amornar o quindão e desenforme em um prato. Você pode fazer a mesma calda que a gente faz para a musse de maracujá para servir acompanhando se quiser, eu até fiz, mas para ser sincera, não teve a menor necessidade.


Imagina um doce que enche a boca, levemente azedinho pelo maracujá, não tão doce, sem cheiro de ovo, no ponto certo... A textura do côco que fica embaixo é uma delícia. Imagino que seja possível fazer a versão em forminhas individuais, mas como eu não tenho as ditas, sempre faço um grandão. Já vi gente fazer em forminha para bombocado, aquela mais alta, também fica lindo!


A combinação de maracujá com o doce do quindim ficou maravilhosa. Olha o detalhe e me diga com toda a sinceridade: não deu vontade de comer??


Aliás, maracujá combina com tudo, não? Já viu a flor de maracujá como é linda? Dá uma olhada: 


Esse pé de maracujá deu fruta de monte aqui no meu quintal. Precisei cortar, com dor no coração, por que a quantidade de mamangavas que vem polinizar o pé é absurda. Dá pra ver uma aí na foto? Bem próxima ao miolo da flor, esse caroço preto... medo... Não dá para brincar com esse bicho não. Melhor ficar sem o pé de maracujá do que tomar uma ferroada dela.

Este post ficou meio bagunçado, pois tive que usar duas máquinas para fotografar, a danada da bateria acaba no meio da receita, já viu blogueira desesperada com o treco pronto e sem máquina?? 

E você? Qual a sua receita de vó favorita?

7 comentários:

  1. AMEI, adoro quindim e adoro maracujá, nunca comi, mas já imagino a perfeição do sabor, vou tentar, mas meus talentos culinários são bem pouco aflorados heheh
    Bjs, obrigada pela receita e ótima semana pra ti!

    http://caseiquerocasa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adri, faça por que não é uma coisa do outro mundo não!! Aliás, é super fácil. Vai dar certo e você vai arrasar por que a receita é mesmo uma delícia.

      beijão!!

      Excluir
  2. OI Paula, esse quindão deve ser uma loucura de bom. Nunca vi neste sabro.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chris. receita de vó não tem como não ser boa, né? Faz aí que os seus filhos vão adorar!!

      beijos

      Excluir
  3. Nossa parece uma delicia, suas fotos ficaram otimas ....da até vontade de comer !!! <3 beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom, mas tão bom que vc não acredita. E muito fácil de fazer!! Experimenta....

      Excluir
  4. Ai que delicia, vou querer provar quando for te visitar de novo.
    beijinhos

    ResponderExcluir

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.