Porquê seu negócio de comida não dá certo e 10 dicas para evitar o fracasso


Durante os seis anos de vida do blog Cozinha do Quintal recebi milhares de emails e comentários de pessoas que tentam ganhar dinheiro com comida. Dentro dessa experiência, conversando, trocando idéias e pesquisando muito, fica claro que o sucesso de um negócio que começa em casa é um assunto de extrema importância.



Hoje eu vou falar de um dos pontos comuns que eu encontrei na maioria das experiências dos meus leitores e que fazem com que um negócio de comida não tenha sucesso. Muito comum receber emails do tipo: "eu não sei nada sobre isso, mas quero começar e montar uma empresa, como eu faço?", ou algo assim "me disseram que a gente ganha muito dinheiro fazendo e vendendo tal coisa então vou fazer também".

Primeira coisa que qualquer empreendedor precisa ter antes de começar é conhecimento. Sem ele, seu negócio não vai dar certo nunca. O conhecimento não é o de faculdade, mas claro que se você puder fazer, faça. O que eu estou falando aqui é sobre o conhecimento necessário para começar um negócio de comida. Responda:

- Você sabe cozinhar a comida que quer vender? Você mesmo vai fazer ou tem condições de contratar alguém para fazer isso?

- Você sabe como contratar uma pessoa? Os custos que isso gera para o seu negócio? Os requisitos da lei para ter um funcionário?

- Você conhece o seu cliente? Ou seja, você sabe para quem pode vender a sua comida? Será que as pessoas vão querer comprar o que você faz? Como se descobre isso?

- Você sabe como calcular tudo o que é necessário para o seu negócio? As quantidades de alimento, as embalagens, os custos de operação? (como aluguel, água, luz, telefone, impostos, gás, entrega, equipamentos)

Muitas vezes o entusiasmo inicial das pessoas que dizem "ah eu cozinho muito bem!" e saem que nem doidas vendendo sem antes pensar acaba tão depressa quanto começou.

Qualquer negócio, seja ele de comida (que é o foco do blog) ou de qualquer outra coisa, precisa primeiro de conhecimento, como eu disse, e em segundo, precisa de planejamento.



Pesquise, Estude e Planeje o seu negócio


Perca tempo antes para não se arrepender depois. Se você não sabe, não tem problema, pois isso se resolve com pesquisa e dedicação. O problema é não saber e já sair para um mercado desconhecido, falhar, perder recursos, se sentir um fracasso e muitas vezes não ter mais condições de começar novamente.

Ou o que é pior: acreditar que todo esse blá blá blá de planejar e pesquisar é uma grande bobagem (e não é não!!) ou que você não precisa ou não vai conseguir fazer esse processo todo.

Calma! Vai conseguir sim, basta querer. Vamos acabar com o improviso, com o "eu acho"! Quem vai começar um negócio não pode achar, tem que ter o máximo possível de certeza do que está fazendo!

Na prática:

1 - tenha atitude empreendedora
Saia do pensamento negativo (não sei, não consigo, não entendo, não aprendo, etc). Pense no que você quer fazer e vá em frente. Pesquise, se informe, aprenda.

2 - não tenha pressa
Aprender leva tempo. Mesmo para quem acha que sabe tudo, não sabe. A pressa vai fazer você começar sem todas as informações necessárias, o que já é meio caminho para o fracasso. O lucro também demora para vir. Tenha paciência.

3 - faça você mesmo
Não espere as coisas cairem do céu. Jamais diga: ninguém me disse isso ou ninguém me ensinou que era assim. Ninguém tem que ensinar a você nada! Você é quem deve aprender. É bem diferente!! Saia da atitude passiva de esperar que as coisas venham até você e vá atrás delas.

4 - mantenha o foco
Ou seja, não queira abraçar o mundo, pelo menos não no começo. Fazer 50 pratos diferentes pode ser bem legal mas será que dá certo? É necessário ter todas essas opções? Quantos sabores de um produto X você pode vender com um bom retorno? Reflita e pesquise. Trace a sua meta e o seu objetivo e trabalhe por eles.

5 - inspire-se nos negócios que deram certo
Inspiração não quer dizer cópia. Faça o seu, seja criativo. Mas observe os fatores que levaram determinado negócio parecido com o seu ao sucesso. O que essa pessoa faz? Como ela faz? Quais são as coisas interessantes que você pode aprender e aplicar no seu próprio negócio?

6 - aprenda sempre
Aproveite cada minuto do seu tempo para aprender sobre o seu negócio e sobre como as coisas podem ser feitas. Saia da frente da televisão, esqueça o facebook e vá estudar: a web está cheia de material de estudo, de pessoas que trocam experiências reais sobre seus negócios, de cursos e tutoriais gratuitos sobre absolutamente tudo. Para quem quer aprender, o conteúdo está aí.

7 - peça ajuda
Um dos  maiores erros dos empreendedores iniciantes é achar que podem fazer tudo sozinhos, principalmente quando os negócios são caseiros. Organizar a vida da família e da casa e ainda tocar um negócio não é nada fácil. Peça ajuda e divida tarefas que outras pessoas possam fazer, assim você terá mais tempo para se dedicar ao seu negócio.

8 - seja humilde
Errar faz parte. Insistir no erro é que é o problema. Se não deu certo da primeira vez, pare tudo e faça uma avaliação criteriosa, daquelas de se olhar no espelho pelado.  É essa imagem mesmo: observe cada detalhe, como cada coisa foi feita. Normalmente é suficiente para encontrar o que deu errado.

9 - corrija e continue
Não desista. Se você já começou, mesmo que improvisadamente, continue. Aprenda o máximo que puder e comece a aplicar os novos conhecimentos no seu negócio. Para cada dificuldade existe uma solução, é preciso tentar.

10 - acredite em você
Não se menospreze. Muitas pessoas me dizem que não conseguem começar o planejamento do negócio porque não foram para a escola tempo suficiente, ou porque já tem mais idade. Isso é bobagem! Qualquer pessoa pode aprender e realizar, mesmo que tenha tantos anos ou que tenha pouco estudo oficial.

Resumindo: dá trabalho planejar? Sim, muito. Vale a pena? Pense que todo o esforço que você fizer é um passo na direção do sucesso do seu negócio.

Não tem moleza: fazer comida para vender é muito mais do que cozinhar. E é para os fortes. Você está nessa? Está disposto a gastar energia, a trabalhar dobrado, a superar as dificuldades? Então vamos juntos.

Você pode participar desta conversa, deixando sua dúvida e sua opinião nos comentários. Pode também cadastrar seu email para receber tudo o que for publicado. Espero você nos próximos artigos.


E mais: a Cozinha do Quintal tem apostilas digitais para ajudar a planejar o seu negócio (Marmitex, Salada no Pote e Sanduíche Natural). Conheça o material na lojinha do blog:

http://loja.cozinhadoquintal.com.br/

8 comentários:

  1. Lhe parabenizo pelo blogue vou aprender muito vou começar a fazer biscoitos caseiros com o que li vai mim ajudar bastante

    ResponderExcluir
  2. Ei Paula adorei seu blog , vou começar nesse ramo de marmitex, gostaria de saber quais são os cardápios que posso começar no inicio..pois vou montar um disk marmitex. obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tayana, a escolha do cardápio é uma decisão estratégica super importante para o seu negócio. Veja no marcador marmitex, temos sugestões de cardápios. Estude bem as características do seu público, com certeza isso vai ajudar a definir o melhor cardápio para o seu marmitex.

      beijossssss

      Excluir
  3. começo amanhã a vender marmitex e salada de pote..estou muito ansiosa e com medo, mas vai com medo mesmo...kk...adorei suas dicas. Meu email é adilene1975@ig.com.br gostaria muito de receber mais dicas....bjs

    ResponderExcluir
  4. Ai Paula, nao sei se iniciei da maneira correta. Sou amante de saladas, e com essa crise, estou desempregada, em casa, precisando de uma renda. Imaginei fazer varias coisas, mas nao me identifiquei com nenhuma delas. Ate que, assistindo ao programa Mais Voce, vi uma materia sobre salada no pote, e acendeu uma luz. Pensei: tenho ingredientes, consegui uns potes, e primeiro fui pesquisar mais sobre o assunto na internet, e vi que nao e Tao dificil, e que podia tentar, primeiro presenteando os amigos, e buscando sua opiniao, sobre sabor, apresentacao, etc. ate agora, todos gostaram. Confesso que bate um medo, mas estou confiante. Moro num condominio, e muitos practicam atividade fisica, estao de dieta, outros nao tem tempo pra fazer uma alimentacao saudavel etc. essas Sao as caracteristicas do meu publico. Estou gostando muito de aprendeu aqui no Cozinha do Quintal. Tem momentos que bate um certo desanimo, mas quando leio seus posts, me animo. Obrigada por dividir um pouco do seu conhecimento conosco. E muito bom saber que temos alguem que pode nos ajudar...
    Tudo de bom pra voce.

    ResponderExcluir
  5. olá Paula, primeiro quero parabenizar pelo seu belo trabalho. Gostaria de uma dica sobre congelamento de sobremesas mais especificamente de mousses. Tem algum material ou passo a passo? Vou fornecer para empresa grande e preciso ter produtos prontos q precisarão ficar congelados pelo menos 1 semana e também serão entregues congelados, como transportá-los congelados? E para servir? 4 horas antes bastam para estarem no ponto? Muito obrigada pela atenção. Lucas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas! Congele normalmente, ou seja, ficou pronto freezer. A embalagem deve ser segura, fechar muito bem e permitir que você possa empilhar pelo menos algumas para poder aproveitar melhor o espaço. Use caixas plásticas para acomodar melhor, caso o seu freezer seja grande será o ideal. Para transportar você terá que manter a refrigeração, não tem jeito. Para servir, se você deixar 4 horas suas musses vão estar completamente derretidas, é muito tempo. Vai depender do volume, se for em torno de 100g, duas horas são mais do que suficientes. Recomendo manter em geladeira até a hora de servir.

      Sucesso!!



      beijosssssssss

      Excluir

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.