Faça e Venda Sopa de Cebola com Sugestão de Embalagem


Faça e Venda Sopa de Cebola, receita perfeita para o inverno =)





A sopa de cebola está na moda novamente, principalmente por causa da semana da sopa no Ceagesp aqui de São Paulo, um verdadeiro evento gastronômico que acontece todo ano para aquecer as noites geladas da cidade.

Além dela, hoje trago também como sugestão para venda o Caldo Verde, que já apareceu aqui no blog (com vídeo inclusive, clique aqui no link para ver o post mais antigo). É uma receita simples, que fica uma delícia e é ideal para vender porque é barata e rende muito.

Vamos ver as receitas?
 
Caldo Verde, uma delícia para faturar no frio!

Caldo Verde (receita da minha sis Isabel)

6 batatas médias descascadas e cortadas em fatias
75g de bacon em cubinhos
2 paios
4 linguiças portuguesas
1/2 maço de couve
3 dentes de alho
1 cebola picada
1/2 xícara de salsa
1/2 xícara de cebolinha
sal a gosto

Em uma panela grande coloque um fio de óleo e frite bem o bacon, até dourar. Retire e coloque sobre uma peneira de metal com um recipiente embaixo para colher a gordura ou deixe sobre papel toalha.

A seguir, coloque as linguiças, aos poucos, fritando bem. Vá retirando e colocando sobre a peneira. Faça o mesmo com os paios. Quando terminar, retire a gordura da panela, coloque em um recipiente para esfriar e depois descarte.

A seguir, na mesma panela, coloque o alho e a cebola e deixe dourar, mexendo constantemente, a cebola deve ficar transparente. Adicione as batatas e água suficiente para cobrir. Assim que levantar fervura, abaixe o fogo e cozinhe tampado, ou na pressão, até as batatas amaciarem.

Quando as batatas estiverem prontas, bata no liquidificador, alternando com o caldo.  Vá despejando em uma panela grande. Ao terminar de bater, coloque as linguiças, o paio e o bacon que estavam escorrendo e leve ao fogo.

Adicione a couve cortada bem fininho, corrija o sal se necessário, pois as linguiças e o bacon são bem salgados. Acrescente a salsa, a cebolinha e se desejar, orégano e outros temperos que gostar.

Abaixe o fogo e deixe cozinhando, mexendo de vez em quando, até a couve ficar macia.
Se necessário acrescente mais água, a consistência do caldo verde não é muito grossa e encorpada, pelo contrário, é leve e fluida.  Sirva bem quente com um fio de azeite em cima.


Faça e Venda SOPA



Sopa de Cebola do Ceagesp (receita original daqui)

1 kg de cebola
1/2 kg de músculo ou carne magra
300 g de tomate
200 g de cenoura
250 g de farinha de trigo
150 g de queijo parmesão ralado
100 g de manteiga ou margarina
4 litros de água
300 ml de vinho branco
2 talos de salsão
1 alho-poró inteiro, com folhas
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 pão francês
Sal e pimenta do reino a gosto

Em uma panela grande (capacidade para seis litros), refogue, na manteiga, o alho, as 2 cebolas (cordadas em 4 pedaços), a cenoura, o alho-poró, o músculo, tudo previamente picado, com a folha de louro, sal e pimenta do reino. Acrescente a água e cozinhe em fogo baixo por dez horas ou em panela de pressão por uma hora. Em outra panela, adicione a manteiga, a farinha e a cebola (cortada em tiras finas), e mexa até que fique tudo bem misturado. Adicione o caldo e refogue por 20 minutos. Finalize com o vinho branco e deixe evaporar por aproximadamente 5 minutos.Transfira para uma sopeira, corte fatias grossas de pão francês e mergulhe na sopa. Acrescente o queijo parmesão ralado. Leve ao forno entre 180ºC e 200 ºC, por dez minutos para gratinar. Sirva bem quentinha.

Embalagens Simplific Galvanotek na Cozinha do Quintal
Certo, mas como eu sempre digo, nada como testar a receita para ver como ela funciona na prática! Fiz as minhas alterações, vou comentar cada uma delas:

Primeiro, não usei tomate. O preço está muito alto e acho que encareceria demais a sopa. O alho-poró é outro que não usei, porque não encontrei mesmo e acredito que não faça taanta diferença assim.

Achei a quantidade de farinha exagerada, idem para a manteiga.

Outra coisa que eu não gostei foi da cor da sopa. Se é de cebola, não pode ficar cor de laranja (por causa da cenoura na receita). Na próxima, vou usar a mesma quantidade de batatas, assim terei uma sopa clara como uma sopa de cebola deve ser.

Não usei o vinho. Acho que encarece também e muitas pessoas não gostam, mesmo ele sendo evaporado.

Não usei a carne porque não vejo sentido em uma sopa de cebola ter carne rsrs

E finalmente, com relação ao salsão: na próxima vou juntar os caules e amarrar com barbante e retirar no final do cozimento, porque apesar de ter batido super bem, ainda encontrei fiapo. E vamos combinar, fiapo na sopa ninguém merece, certo? As folhas não tem problema.

Sopa de Cebola é uma delícia! Na embalagem Simplific da Galvanotek fica melhor ainda!
Então, a receita do MEU jeito ficou assim: numa panela grande coloquei 4 litros de água, como manda a receita. Acrescentei a cenoura picada, o salsão e meus temperos: orégano, tomilho, uma folha grande de louro, além de cebolinha. Tampei e deixei ferver, abaixei o fogo e deixei cozinhando.

Em outra panela, dourei apenas 50g de manteiga e coloquei 4 dentes de alho fatiados bem fininho. Dourou, foi a vez da cebola, picada para ir mais depressa, pois um quilo de cebola é bastante. Quando murchou, coloquei a cebola na outra panela com a água e os legumes, misturei bem e fechei para pegar pressão. Cozinhei por 20 minutos e bati tudo no liquidificador. Na última leva que coloquei para bater, acrescentei 5 colheres de farinha de trigo dissolvidas em um copo de água fria mesmo. Bateu, voltou para a panela e mantive em fogo alto, mexendo até ferver novamente e engrossar. Corriji o sal. Pronta.


Potes de 500ml da Linha Simplific Galvanotek com a minha sopa de cebola!
O resultado é uma sopa encorpada mas não um creme, é leve, tem um sabor acentuado de cebola (claro né rsrs), o salsão deu um perfume e um sabor ótimo, muito bom mesmo. Percebe-se bem o sabor da manteiga, por isso não precisa exagero, os 50g foram suficientes, acredito que se fossem os 100g da receita original ficaria muito engordurado.

Como eu falei, só não gostei da cenoura, na próxima vou substituir por batata e terei um creme mais liso e sedoso, além da cor mais clara, que eu acho importante, porque pode parecer para o seu cliente que ele está sendo enganado, afinal, cenoura na sopa de cebola prá quê, né gente?

Duas opções saborosas: caldo verde e sopa de cebola, nos potes de 500ml Simplific da Galvanotek
De qualquer forma, o sabor é muito bom. Não gratinei nem coloquei pão, pois a sopa foi para o pote. Esses potes são da Linha Simplific da Galvanotek e são ótimos para sopa, fecham bem e cabe bastante, 500ml é uma porção de sopa bem farta.

A Linha Simplific conta com vários volumes disponíveis para você escolher e encontrar o que mais se adapta para o seu caso. Por exemplo, tem um de 350ml que pode ser utilizado para uma porção individual.

Caldo Verde, especial para vender: tem excelente custo, rende e é uma delícia!


São muito bons para usar para vender. O pacote vem com os potes e as tampas, sempre com 25 unidades, só o de um litro que vem com 20 unidades no pacote. Eles vão do freezer ao microondas com segurança, pode usar tranquilamente.

O pote de 500ml da Linha Simplific é perfeito para garantir a qualidade da sua sopa.




Conheça as embalagens no site da Galvanotek:

E acompanhe a Galvanotek no facebook:

https://www.facebook.com/galvanotek/



Este post é um publieditorial de interesse do microempreendedor de alimentação.
A Cozinha do Quintal usa e recomenda Galvanotek.

Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. 2009-2016.

0 comentários. Comente também!:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.