Minha Cozinha em Berlim




Calma, que eu não estou mudando pra Alemanha (quem me dera!)

Há alguns meses atrás recebi da Editora Zahar dois livros muito legais. O primeiro, Pense no Garfo, eu já resenhei e você pode ler sobre ele aqui.

O segundo, Minha Cozinha em Berlim, eu ainda não havia lido. Eu gosto de falar de livros aqui no blog, tem muita gente que me pergunta nos emails o que eu acho deste ou daquele, normalmente sobre livros de receitas, mas eu acredito que qualquer livro pode ser interessante e enriquecer a nossa vida de alguma forma.

E outra, eu adoro comprar livros, estou sempre de olho nas dicas dos blogs amigos, do meu irmão que é biblotecário, tem um blog delicioso só sobre livros (http://leiovejoopino.blogspot.com.br/)  e está sempre me indicando uma coisa ou outra, e assim sempre tenho algo novo para ler.



Vamos ao livro: Minha Cozinha em Berlim é uma história de amor entremeada de receitas. Não é uma história de amor óbvia, entre um homem e uma mulher, e não direi mais nada sobre isso, é uma história de amor de uma mulher por ela mesma.

Quando essa moça resolve dar um 180 na vida, mudar tudo, voltar às suas raízes, o que ela está fazendo na realidade é se amar, é colocar a realização própria no topo da lista das coisas importantes da vida. 

Tem receitas também, pois a personagem é uma cozinheira viajante rsrsr que enfrenta muitos desafios com humor e em situações que todos nós já estivemos alguma vez na vida.

Trechinho:

"...Passei horas planejando o cardápio com os olhos grudados num livro antigo de receitas alemãs que um amigo me deu e decidi fazer o clássico Spargelsuppe - um creme de aspargos delicado e com cor de porcelana. Perfeito para a primavera, pensei, para um almoço de Páscoa num domingo quente. O que poderia ser mais fácil que uma sopa fácil e elegante? Nesse ponto eu tenho que admitir que não li direito as instruções. Afinal, quão difícil poderia ser uma sopa? E assim começou o preparo mais complicado de sopa que já tinha feito até então. .....Daria para correr uma maratona no tempo em que levei para prepará-la.

E logo depois assisti, ligeiramente horrorizada, aos convidados devorando várias horas de trabalho em questão de segundos. Em vez de me sentir orgulhosa, essa sopa enlouquecedora e que desaparecia em instantes me deixou furiosa."

Não pude deixar de sorrir ao ler isso, inclusive ela detalha todo o processo da receita e Deus me livre, essa sopa nunca vai aparecer aqui na minha casa kkkkk 

Quem nunca passou por uma situação dessas, não é verdade? 

Este é um livro autobiográfico, a autora é cozinheira também e mora em Berlim atualmente, com o marido e o filho. Fui checar o blog dela, que é lindo e delicioso!!

Então recomendo os dois: o livro e o blog!!

Serviço:
Minha Cozinha em Berlim
Editora Zahar, Luisa Weiss, 312 páginas, preço médio 40 merréis para a versão impressa e 28 merréis para a versão em formato ebook.

O Catálogo da Zahar é sensacional, vale uma longa visita ao site, duvido que você saia sem comprar nada:



Este post é um publieditorial. 
Obrigada à Zahar e à Hannah, que gentilmente enviaram os livros. 
Leia! Ler é uma delícia!!

0 comentários. Comente também!:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Não peça para calcular o preço de venda de nada, pois eu não tenho como fazer isso, ok? Verifique se a sua dúvida já foi respondida nos comentários anteriores. Se preferir, mande um email pra mim no paulamellomorgana@hotmail.com
Comentários mal educados, preconceituosos ou com propaganda são excluídos. Encontrou um erro ou informação faltando? Me avisa? Obrigada!! beijossssssss

  • Início
  • Índice por Categoria
  • Uso e Privacidade
  • Loja Virtual
  • Anuncie
  • Contato


Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Siga pelo Bloglovin'

Follow on Bloglovin

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.