Fature com a tendência de alimentação natural: Salada no Pote



Desde que postei aqui sobre as tendências para a alimentação deste ano que o assunto rendeu no email e por isso resolvi falar mais sobre isso.



Não leu o post anterior? Veja aqui: Encontrando Novos Caminhos para Empreender.

A maior tendência para a alimentação, e eu acredito que não apenas para este ano, mas para sempre. As pessoas estão mudando seus hábitos alimentares para o bem, ainda bem para nós, empreendedores da área!! Mais uma oportunidade imperdível de faturar com produtos de qualidade que atendam a esse público super exigente.

Quais são as características desta tendência e como explorar esse nicho de mercado?


- público antenado com alimentação natural, orgânica, fresca, ecologicamente correta, ambientalmente sustentável, sem agrotóxicos.

- grande poder de decisão e influenciadores, formadores de opinião em seus locais de trabalho, redes sociais, amigos e familiares.

- convicção nas diretrizes de boa saúde e boa alimentação.

- boa formação e nível sócio-econômico

- procuram novidades no setor, com produtos feitos sob medida para quem busca o melhor mas não abre mão da praticidade, conservação, qualidade de ingredientes frescos e saudáveis.

O mercado de orgânicos vem crescendo, em torno de 30 a 40% ao ano, de forma que já não podemos mais ignorar que existe um público muito interessado nesse mercado e disposto a pagar por estes produtos.

Pessoas que estão preocupadas com o meio ambiente e as práticas sustentáveis de agricultura, pessoas preocupadas com saúde e bem estar, com alimentação saudável, com um viver mais natural e positivo.


Esse consumidor está mais localizado nos grandes centros urbanos. Leva uma vida corrida, trabalha, perde horas no trânsito e por isso também busca trazer elementos compensatórios ao stress, à vida agitada.

Um dos produtos que melhor atendem a todas essas características que acabei de descrever é, sem dúvida, a Salada no Pote. Fácil de armazenar, ela é uma opção extremamente prática e saudável, que pode ser mantida em casa na geladeira por até uma semana e vem facilitar a vida de quem não tem tempo mas quer comer bem.

Para este público, podemos identificar algumas características gerais*:

- maior consumo no período de segunda a sexta-feira, durante o almoço
- preocupação com higienização e manipulação de alimentos
- maior preocupação com a qualidade do que com o preço

* Segundo pesquisa realizada por acadêmicos da UNICAMP.


Na elaboração de um projeto de negócio de salada no pote, que é uma das invenções dos americanos que, graças a Deus, está pegando por aqui, você deve se preocupar inicialmente com:

- seleção dos fornecedores de vegetais de qualidade e frescos
- seleção dos fornecedores de embalagens, devidamente certificadas para alimentação
- higiene absoluta de todos os processos
- utilização de equipamentos, máquinas, recipientes adequados para alimentos
- organização da cozinha para o manuseio e preparo, dentro dessas condições
- elaboração de cardápio equilibrado, com ingredientes naturais e de qualidade
- inclusão de ingredientes extras, como proteínas e grãos

Os grãos enriquecem a salada e trazem atributos saudáveis importantes. Você pode optar pelos grãos mais facilmente encontrados, como sugestão temos:

- quinoa
- linhaça comum e dourada
- aveia
- centeio
- triticale
- trigo integral
- trigo verde
- soja não transgênica
- chia
- amaranto
- gergelim
- girassol
- amêndoas e outras nozes, como avelãs, as próprias nozes, castanhas de caju e do Pará, macadâmia e pistache, entre outras.

O uso equilibrado desses ingredientes trará, além dos benefícios à saúde, um posicionamento do seu produto como "premium", já que são ingredientes mais caros e de maior valor agregado. O que isso quer dizer na prática? Que uma salada com estes ingredientes pode e deve custar mais do que uma normal apenas de vegetais.


Outro aspecto extremamente importante para este segmento de negócio: o acondicionamento correto e a aparência. Sua salada deve estar corretamente acondicionada, seja em potes de vidro esterilizados ou potes plásticos certiticados. Explore a transparência do material para mostrar uma salada bem montada, de encher os olhos, colorida e que transmita tudo isso!


Alterne os ingredientes com capricho. Informe corretamente os ingredientes em uma etiqueta, em letra legível, sem omitir nenhum. Informe também a data de fabricação e validade.

Divulgue, falando principalmente dos atributos da sua salada: saudável, fresca, variada, colorida, completa,, com grãos integrais, com qualidade.

Com certeza o seu produto terá grande aceitação, se você souber trabalhar com estes elementos todos a seu favor e, claro, a favor da saúde do seu cliente. Estude o assunto, saiba tudo sobre alimentação natural, seja um especialista no assunto. Experimente os sabores, inove.



E para quem estiver com vontade realmente de começar um negócio que tem tudo para dar certo, pode contar com a ajuda da Apostila Digital Faça e Venda Salada no Pote que eu escrevi. Ela fornece a melhor orientação para que você manipule corretamente os alimentos e monte saladas irresistíveis, além de discutir a questão das embalagens e as receitas.




Conheça na lojinha:

http://loja.cozinhadoquintal.com.br/2015/03/apostila-digital-salada-no-pote.html

Todas as fotos deste post foram gentilmente cedidas pela Shutterstock. Todos os direitos reservados. 

0 comentários. Comente também!:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Estou com minha mãe internada, hoje é 24 de agosto de 2016. Graças a Deus ela já está aqui na minha casa, hoje é 10 de outubro! Estou respondendo os comentários aos poucos, então.. tenha paciência comigo rsrs. Obrigada!! Beijosssssssss



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Protetora da Cozinha do Quintal

Santa Clara

Santa Clara
Ilumine nosso caminho!

Ajude a FIC

Fraternidade Irmã Clara

Conheça uma casa especial
para crianças especiais!!

Blogs Brasil

Direitos Autorais

É proibido fazer cópias do conteúdo (imagens, textos, etc) da Cozinha do Quintal. Plágio (copiar) é crime previsto no artigo 184 do Código Penal Lei 9610.