Blogagem Coletiva Reolhar a Vida com Nega Maluca e São Benedito

em 25 de agosto de 2018


Blogagem Coletiva Reolhar a Vida na Cozinha do Quintal




Estou sem participar da blogagem da Elaine desde março, cáspita!! Reolhar os pequenos gestos cotidianos, como fazer um bolo simples é o assunto de hoje. Porquê a gente complica tudo é uma das reflexões que este bolo me traz. A simplicidade pode conter as respostas que a gente procura para os problemas da vida...

Aprendi com minha avó a fazer esse bolo, que é tão simples, tão fácil e tão gostoso! Presença constante na minha casa, meus filhos amam e eu também.

Cozinha do Quintal, Bolo Nega Maluca. Presença constante na minha casa

Bolo Nega Maluca

Massa
3 ovosinteiros
3 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1/2 xícara de óleo
1 xícara de leite em temperatura ambiente
1 xícara de achocolatado OU 1/2 xícara de chocolate em pó ou cacau em pó
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colherinha de bicarbonato de sódio
1 pitadinha de sal

Misture todos os ingredientes muito bem, até obter uma massa lisa, cremosa e uniforme. Coloque em forma untada e enfarinhada e leve para assar em forno pré-aquecido a 180 graus por 30 a 40 minutos, ou até que enfiando um palito no centro do bolo, ele saia limpo.

Deixe esfriar e desenforme.

Este bolo cresce, por isso utilize uma forma para bolos de 6 ovos. Usar achocolatado ou chocolate em pó? Dos dois jeitos fica bom, se usar achocolatado pode reduzir um pouco o açúcar. Com chocolate em pó ou cacau em pó fica mais saboroso. Use o que tiver e seja feliz =)

Cobertura
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de chocolate em pó ou 4 colheres de sopa de achocolatado
Granulado para polvilhar

Leve o leite condensado, a manteiga e o chocolate em pó ao fogo médio, mexendo sempre até incorporar bem. Ferveu, desligue e despeje sobre o bolo. O ponto é de brigadeiro mole. Logo em seguida polvilhe o granulado. Para um bolo grande como este, dobre a receita e coloque em uma bandeja funda para que o brigadeiro fique contido e possa ser raspado ao servir.

Cozinha do Quintal, Bolo Nega Maluca. Presença constante na minha casa

A minha avó Angelina, católica roxa como era, benzia o bolo em cruz ao levar pro forno, dizendo: São Benedito, olha pra isso! Uma sabedoria que eu levo para a vida, pois consagrar um alimento é uma forma de gratidão.

Benedito quer dizer abençoado e com esse ditado, pedimos para que ele abençoe nosso alimento (e no caso dos bolos em particular, que o faça crescer e ficar lindo!)

Tradição da família que veio da mesma terra do santo, a Sicília, aquela ilha que fica bem na ponta da Itália.

São Benedito (★1526 †1589) é conhecido como o santo dos cozinheiros, pois era ele quem fazia a comida no mosteiro onde vivia e dizem que cozinhava muito bem. Era filho de escravos, negro, foi liberto pelo senhor e depois de alguns anos entrou para uma ordem franciscana, dando início à sua vida religiosa.

Cozinha do Quintal, Bolo Nega Maluca. Presença constante na minha casa

Ficou conhecido por seus milagres, principalmente o da multiplicação dos alimentos na sua própria cozinha, coisa que ele precisava em um tempo de miséria e de necessitados, quando muita gente batia na porta do mosteiro procurando comida, ou se não vinha ninguém, ele mesmo pegava um monte de comida e saía pela rua distribuindo. Além disso, fez curas e a história diz que ressuscitou duas crianças. Um santo porreta! 

Cozinha do Quintal, Bolo Nega Maluca. Presença constante na minha casa

Embora analfabeto, dizem que tinha grande sabedoria e que teólogos vinham de longe para conversar com ele. É representado segurando o Menino Jesus no colo, porque as pessoas o viam assim quando ele estava em oração.

Morreu aos 65 anos de idade e seu corpo permanece incorrupto, na Igreja de Santa Maria, em Palermo, Sicília. São Benedito é muito popular no Brasil, tendo inúmeras igrejas dedicadas a ele. Seu dia é comemorado em 5 de outubro com muita festa e, claro, muita comida!!

Eu gosto de manter pequenas tradições da minha família, especialmente as da minha avó. Mesmo não sendo mais católica, a vida dos santos que eu gosto me motiva e me faz querer ser melhor. Santa Clara é a "padroeira" do blog desde que o blog começou =)

Então... São Benedito, olha pra isso!! E faz a vida ficar mais leve, mais fofa e mais gostosa!

Este post participa da blogagem coletiva proposta pela minha vizinha Elaine Gaspareto.

Vem participar? É só clicar no selinho para saber como:


https://www.elainegaspareto.com/2018/01/e-se-gente-parasse-para-reolhar-vida.html



Cozinha do Quintal, por Paula Mello. Todos os direitos reservados. 2009-2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão lidos e depois publicados.
Verifique se a sua dúvida já foi respondida nos comentários anteriores. Se preferir, mande um email pra mim no paulamellomorgana@hotmail.com
Comentários mal educados, preconceituosos ou com propaganda são excluídos. Encontrou um erro ou informação faltando? Me avisa? Obrigada!! beijossssssss



Subir